Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NAYARA DE HOLANDA VIEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NAYARA DE HOLANDA VIEIRA
DATA: 29/05/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Sessão Online
TÍTULO: ENVELHECIMENTO E VELHICE COM DEPENDÊNCIA DA CLASSE TRABALHADORA NO BRASIL E EM PORTUGAL: UM ESTUDO DAS POLÍTICAS E SERVIÇOS DE CUIDADOS EM DOMICÍLIO
PALAVRAS-CHAVES: Envelhecimento. Classe trabalhadora. Políticas de Cuidados em Domicílio. Portugal. Brasil.
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
RESUMO:

O objeto de estudo desta tese é o envelhecimento e velhices com dependência e o sistema de proteção social de Portugal e Brasil, com destaque para as políticas e seus serviços de cuidados em domicílio para este público. O objetivo geral será analisar as configurações das políticas de cuidados para as pessoas idosas da classe trabalhadora, com dependência de cuidados, com destaque aos serviços de atendimento em domicílios no Brasil e em Portugal, de forma comparativa e com destaque para as semelhanças, diferenças, inovações e limitações destes, nas últimas décadas com o avançar do neoliberalismo. Têm-se como objetivos específicos: pesquisar os modelos de proteção social no contexto dos regimes de bem-estar do Brasil e de Portugal, bem como as mudanças que veem sofrendo no atual ciclo do capitalismo; analisar os fundamentos comuns ou não de organização da política de cuidados de pessoas idosas nos dois países; comparar os serviços de cuidados em domicílios, no Brasil e em Portugal, destacando: público-alvo, formas de acesso, cobertura, agentes e instituições que executam e sua natureza, as fontes de recursos disponibilizados, metodologia de execução dos serviços, equipes de referência e sua composição; identificar as ações previstas por meio dos cuidados de longa duração em domicílio, no Brasil e em Portugal, na perspectiva do cuidado oferecido às pessoas idosas, aos cuidadores familiares e sua capacidade de romper ou não com o familismo; refletir sobre as discussões e os conceitos de cuidados no âmbito das políticas de cuidados e a interseccionalidade das desigualdades de classe, gênero e raça/etnia em ambos os países. As categorias centrais de análises versam sobre o Envelhecimento e velhices da classe trabalhadora, o cuidado no domicílio, as políticas sociais públicas no cenário brasileiro e de Portugal. Para tanto, a presente investigação parte do problema de pesquisa que está ancorada na pergunta central e nos seguintes questionamentos periféricos que são imperativos para a problematização do estudo: Quais são os pontos comuns, diferenças e inovações nas políticas de cuidados de pessoas idosas da classe trabalhadora com dependência, em especial dos serviços em domicílio, num país da União Europeia, mas com modelo de proteção social conservador ou mediterrâneo de cunho familista e pluralista ou de economia mista de bem-estar social, como é o caso de Portugal? E no Brasil? Como estão dispostos os aspectos históricos, econômicos, políticos, culturais que determinam os formatos de tais políticas? Que contradições e antagonismos são desdobradas no fenômeno do envelhecimento da classe trabalhadora a partir dos distintos contextos, necessidades e lacunas? Como os marcadores de desigualdades como classe, gênero e raça/etnia interseccionam as políticas de cuidado no domicílio? Ademais, o caminho metodológico da pesquisa é do tipo teórica, organizada através da revisão bibliográfica selecionada como referencial teórico e a análise documental, está que dar-se-á a partir de pesquisas realizadas via ferramentas tecnológicas utilizadas no campo acadêmico, assim como, a partir de visitas técnicas, especificamente para estudos da política em Portugal, na cidade de Lisboa, junto à coorientação responsável neste estudo. Será utilizada a técnica do núcleo de significações, à luz da perspectiva teórico-metodológica do materialismo histórico dialético. O estudo é de natureza qualitativa, pois faz uso de dados secundários, análise bibliográfica e documental, com escolha intencional da literatura de apoio e dos documentos para responder aos problemas levantados, com fins de um estudo aprofundado sobre o tema para atender ao problema de pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - MARIA IRENE CARVALHO - ULB
Interno - 2174277 - MASILENE ROCHA VIANA
Presidente - 1167645 - SOLANGE MARIA TEIXEIRA
Notícia cadastrada em: 15/05/2023 10:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 21/04/2024 21:12