Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GILSON SOARES DE ARAÚJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GILSON SOARES DE ARAÚJO
DATA: 28/08/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO: ESCOLHAS INTELIGENTES”: FATORES DETERMINANTES PARA A OFERTA DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS REMOTAS DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19 NOS MUNICÍPIOS PIAUIENSES
PALAVRAS-CHAVES: Tomada de decisão. Gestores municipais. Atividades pedagógicas remotas. Capacidades municipais.
PÁGINAS: 143
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
RESUMO:

Este estudo aborda o processo de tomada de decisões dos gestores municipais no estado do Piauí em relação às políticas públicas de educação durante a pandemia da Covid-19, em 2020. O objetivo central foi analisar a influência das capacidades municipais - habilidades analíticas, operacionais e políticas - nos três níveis de recurso – individual, organizacional e sistêmico, na decisão sobre o oferecimento de atividades pedagógicas remotas. A pesquisa foi conduzida com foco nas redes municipais de ensino de até 4.000 alunos, o que representa 89% dos municípios do estado e 63% do Brasil. Foram incluídos tanto os municípios que ofertaram atividades remotas durante a pandemia quanto os que não o fizeram, criando assim um grupo que demonstra divergências na tomada de decisão em relação ao acesso à educação durante o período. O estudo investigou como os municípios piauienses lidaram com essa situação, principalmente considerando as diferenças entre eles em relação ao tamanho das redes de ensino, parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), faixa do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e vinculação ao Sistema Estadual de Ensino. Dentre os municípios pesquisados, constatou-se que nem todos ofereceram atividades remotas e que houve variação na data de início e nas estratégias adotadas. Para responder às perguntas centrais de pesquisa, foram utilizados o modelo reflexivo de análise de causa e efeito entre capacidade estatal e indicadores proposto por Wu e outros (2015), e uma abordagem combinada de análise quantitativa e qualitativa. As análises quantitativas iniciais revelaram discrepâncias pouco significativas entre os clusters de municípios piauienses, indicando que as disparidades nos recursos municipais não explicaram as diferenças nas capacidades administrativas dos municípios. A análise qualitativa das capacidades estatais municipais na tomada de decisão sobre atividades pedagógicas remotas durante a pandemia revelou padrões e tendências significativas. A capacidade política, tanto no nível individual quanto organizacional, mostrou-se preponderante nas decisões dos gestores municipais. A combinação sinérgica das capacidades política individual e política organizacional permitiu aos gestores enfrentar os desafios decorrentes da suspensão das aulas presenciais e tomar decisões mais embasadas em evidências e contextos políticos. Por outro lado, as capacidades analítica e operacional, tanto no nível individual quanto sistêmico, apresentaram coocorrências menos frequentes ou nulas, indicando que a perspectiva sistêmica e as habilidades analíticas nos níveis individual e organizacional foram pouco exploradas pelos gestores municipais nas entrevistas e não influenciaram significativamente a tomada de decisão sobre o oferecimento de atividades pedagógicas remotas. O estudo conclui que o desenvolvimento das capacidades políticas dos gestores municipais é fundamental para enfrentar desafios em momentos de crise e garantir políticas educacionais mais efetivas e equitativas. A capacitação para o uso de evidências e dados na tomada de decisão política é uma recomendação importante, e a valorização das capacidades políticas individuais e organizacionais pode proporcionar uma governança mais efetiva. O fortalecimento dessas habilidades pode melhorar o acesso à educação de qualidade em situações de crise, como a pandemia da Covid-19, e garantir políticas com base em evidências. Essas conclusões têm implicações importantes para aprimorar a gestão pública em momentos de crise e para o enfrentamento de desafios futuros na área da educação, destacando a importância da capacidade política em todos os estágios do processo de políticas públicas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FERNANDO LUIZ ABRUCIO - FGV-RJ
Presidente - 1167542 - GUIOMAR DE OLIVEIRA PASSOS
Interno - 1352021 - NELSON JULIANO CARDOSO MATOS
Notícia cadastrada em: 17/08/2023 10:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 20/04/2024 00:50