Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: KARINNA ALVES AMORIM DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARINNA ALVES AMORIM DE SOUSA
DATA: 31/10/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: CONSTRUÇÃO, VALIDAÇÃO E USO DE APLICATIVO MÓVEL PARA APRENDIZAGEM SOBRE O HIV ENTRE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
PALAVRAS-CHAVES: Educação em Saúde. Tecnologia Educacional. Informática em Enfermagem. HIV. Promoção da Saúde
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

O Brasil é o país mais afetado pela epidemia da Aids na América Latina, com um terço dos casos, apresentando maior crescimento entre jovens e adolescentes. Entre as populações prioritárias estão os estudantes universitários, que são predominantemente jovens. A população juvenil tem grande interesse em utilizar aplicativos móveis (apps), pois têm a possibilidade de conectar e acessar um grande volume de dados e informações com mobilidade, flexibilidade e interação. A construção do conhecimento tem sido influenciada pelo uso da tecnologia, uma vez que esta exerce grande fascínio, sobretudo entre os jovens. Esta pesquisa tem como objetivo: desenvolver um aplicativo móvel e analisar a sua efetividade relacionada ao conhecimento de estudantes universitários sobre o HIV. Trata-se de estudo de intervenção, randomizado, do tipo antes-depois, visando observar os efeitos da aplicação de uma intervenção tecnológica educativa sobre o desfecho conhecimento sobre o HIV. A pesquisa será realizada no período de março a junho de 2018, com uma amostra estratificada de 409 estudantes dos diferentes centros de ensino da Universidade Federal do Piauí, nas seguintes etapas: 1 - Levantamento das necessidades de informações sobre o HIV por meio de enquete; 2- Randomização dos cursos e turmas para seleção dos estudantes; 3 - Visita prévia aos centros de ensino para dar conhecimento sobre a pesquisa; 4 - Aos alunos que aceitarem participação, será fornecido o questionário “pré-intervenção”; 5 - Desenvolvimento do aplicativo Educ@ids. Após a conclusão da fase de criação do design, ocorrerá a validação do aplicativo por juízes profissionais da saúde e da computação. Em seguida, será realizada visitas às turmas que compõem a amostra do estudo com finalidade de divulgação e orientações sobre usabilidade do aplicativo Educ@aids. Posteriormente, será realizada a aplicação do questionário pós-intervenção. A avaliação global do conhecimento sobre o HIV/Aids será definida como “Conhecimento fraco” (escore bruto menor 96, percentil menor 41), “conhecimento moderado” (escore bruto ≥ 96 e menor 193, percentil ≥ 41 e menor 83) e “conhecimento alto” (escore bruto ≥ 193, percentil ≥ 83).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Externo à Instituição - ELUCIR GIR - USP
Interno - 7422147 - LIDYA TOLSTENKO NOGUEIRA
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Externo à Instituição - RENATA KARINA REIS - USP
Presidente - 1167764 - TELMA MARIA EVANGELISTA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 04/10/2017 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 22:55