1) Cursosǀ Área de Concentraçãoǀ Linhas de Pesquisa

Cursos

MESTRADO

O Curso de Mestrado em Enfermagem é constituído por 18 disciplinas, o que corresponde a um total de 52 créditos, dos quais o aluno deverá integralizar, o mínimo de 30 créditos, sendo 18 obrigatórios, 06 optativos e 06 da defesa de dissertação.

Do total de créditos pelo menos, 12 (doze), deverão ser em disciplinas ofertadas pelo Programa, conforme a Resolução Nº 189/07- CEPEX, Art. 2º.

No Mestrado, as disciplinas são distribuídas nos 04 (quatro) semestres regulares que constituem o Curso, com produtos específicos para cada etapa.

Para o Mestrado existe ainda o Estágio de Docência para alunos bolsistas e voluntários/CAPES- 60h (04 créditos)

 

DOUTORADO

O Curso de Doutorado em Enfermagem é constituído por 19 disciplinas, o que corresponde a um total de 55 créditos, dos quais o aluno portador do título de Mestre deverá integralizar o mínimo de 48 créditos, sendo, 14 créditos obrigatórios, 06 optativos, 12 da Defesa de Tese e até 16 que poderão ser consignados do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI nos últimos dez anos. O aluno, cujo título de Mestre não tenha sido obtido pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI deverá integralizar o mínimo de 48 créditos, sendo 14 obrigatórios, 22 optativos e 12 da Defesa de Tese. Poderá ser dispensado de até 16 créditos optativos quando obtiver equivalência entre disciplinas cursadas em outros cursos de Mestrado, nos últimos dez anos, com as do Currículo vigente no Programa Pós-Graduação em Enfermagem da UFPI.

Do total de créditos pelo menos, 18 (dezoito), deverão ser em disciplinas ofertadas pelo Programa, conforme a Resolução Nº 189/07- CEPEX, Art. 2º. 
No Doutorado, as disciplinas são distribuídas nos 06 (seis) semestres regulares que constituem o Curso, com produtos específicos para cada etapa.
Para o Doutorado existe ainda o Estágio de Docência para alunos bolsistas e voluntários/CAPES- 120h (08 créditos)
 

 

As disciplinas obrigatórias objetivam oferecer as bases teóricas e filosóficas do pensamento político e da produção do conhecimento necessário à formação do discente e as disciplinas optativas visam o aprofundamento de temáticas vinculadas às áreas de estudos dos mestrandos e doutorandos. 

 

Área de Concentração/Linhas de Pesquisa


A AC e as LP do PPGEnf possuem coerência, abrangência e consistência. As LP alimentam a AC e os Projetos de Pesquisa (PP) são coerentes e bem distribuídos nas LP. Os PP são articulados aos Grupos de Pesquisa (GP).

A Área de Concentração do PPGEnf: Enfermagem no contexto social - Enfoca temas e perspectivas teórico-metodológicas para pesquisas, cuidados e práticas com ênfase nas correntes filosóficas, teorias e conceitos que norteiam o cuidar do indivíduo, família, comunidade e outros grupos sociais no fenômeno saúde-doença, partindo da premissa de análise crítica e reflexiva das ações em saúde desenvolvidas pelos enfermeiros no cotidiano do cuidar em práticas socioeducativas e de gestão nos serviços, no contexto das políticas de saúde regional, nacional e internacional, e tem coerência com as Linhas de Pesquisa que são abrangentes e consistentes.

A Linha de Pesquisa 1: Processo de Cuidar em Saúde e Enfermagem -Envolve processo sistematizado de cuidar do ser humano na promoção da saúde, prevenção de doenças, agravos e complicações, detecção precoce de risco, acompanhamento e avaliação do tratamento e do processo de reabilitação, no âmbito do indivíduo, família e comunidade, nas dimensões subjetivas e objetivas do cuidar e de ser cuidado. Compreende os indicadores e expressões de saúde e qualidade de vida e sua relação com o processo saúde-doença. Desencadeia reflexões sobre o processo de cuidar e o papel da Enfermagem. As reflexões devem incidir sobre a análise acerca de novos desafios colocados no mundo globalizado e a ética do cuidar. As pesquisas devem ser orientadas para levantar reflexões acerca de grupos populacionais, grupos de risco e voltar-se para a análise dos fenômenos que envolvem o cotidiano da clientela e sua relação com o processo de cuidar em Enfermagem.

A Linha de Pesquisa 2: Políticas e Práticas Socioeducativas de Enfermagem -Refere-se à concepção, formulação de estratégias de operacionalização das políticas em saúde e articulação com as práticas de enfermagem, os modelos de assistir e ensinar em saúde visando à qualidade da assistência de Enfermagem à população. Inclui concepção, aspectos históricos e sociais da Enfermagem e a formulação de operacionalização das políticas públicas de saúde, concepções pedagógicas e a articulação com as práticas de Enfermagem e a dimensão educativa no trabalho ou saúde.

As duas Linhas de Pesquisas têm produzidos projetos de pesquisas que foram e estão sendo desenvolvidos, resultando em produções científicas originais e relevantes, publicadas em periódicos Qualis A1, A2, A3, A4 e B1, assim como divulgadas em eventos nacionais e internacionais, promovendo coerências e uma boa articulação entre a Graduação e Pós-Graduação.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 23/05/2024 10:16