Últimas Notícias
Banca de DEFESA: KELLYANE FOLHA GOIS MOREIRA
Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KELLYANE FOLHA GOIS MOREIRA
DATA: 23/07/2024
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: FORMULAÇÃO DE BIGEL VAGINAL À BASE DE ÓLEO ALLIUM SATIVUM L. E CLOTRIMAZOL: CARACTERIZAÇÃO, MUCOADESIVIDADE E ATIVIDADE ANTIFÚNGICA
PALAVRAS-CHAVES: Allium sativum L. Candidíase vulvovaginal. Antifúngicos. Saúde da mulher
PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: A candidíase vulvovaginal está associada a diferentes espécies do gênero Candida. O tratamento da candidíase recorrente pode ser desafiador e apresentar dificuldades, como tratamentos insuficientes, resistência aos antifúngicos, fatores de risco não controlado e diagnóstico difícil. O Allium sativum L. (alho) possui atividades antimicrobiana, antifúngica, antisséptica, antiviral, anti-inflamatória e  antioxidante. Objetivo:Avaliar o bigel à base de óleo de Allium sativum L. para entrega de clotrimazol e avaliação da antifúngica contra cepas de Candida albicans. Método: Inicialmente, foi desenvolvido novos bigeis à base de óleo de A. sativum L. e clotrimazol, que foram caracterizados pelos seguintes métodos: características físico-químicas das formulações, validação da metodologia analítica para quantificação do clotrimazol por espectrofotometria UV-Vis, determinação do potencial irritante das formulações cosméticas através dos ensaios da membrana cório-alantoide, estudos de estabilidade, estudos de atividade antifúngica in vitro e estudos de mucoadesividade vaginal porcina. Resultados: Quanto a avaliação das características organoléticas e físico-químicas, observou-se que as propriedades iniciais (cor, aspecto, textura) permaneceram consistentes ao longo do ciclo de avaliação. Ao analisar a textura com o clotrimazol comercial, notou-se sua progressiva liquefação, influenciando os resultados com aumento do desvio padrão e do coeficiente de variação, enquanto os bigéis (com e sem fármaco) exibiram estabilidade, resultando em consistência e baixa variação nos resultados obtidos. O método de quantificação do clotrimazol foi validado. A formulação creme comercial e o bigel com fármaco não representam um risco de irritação significativo quando aplicados à mucosa vaginal. O bigel à base de óleo de Allium sativum com clotrimazol, evidenciou uma Concentração Inibitória Mínima de 8 μg/mL contra Candida albicans. A liberação acumulada do fármaco em função do tempo revela um perfil típico de liberação controlada, com uma fase inicial de "burst" seguida por uma liberação sustentada. O bigel com fármaco mostrou adesividade à mucosa vaginal porcina comparável ao creme vaginal comercial, sugerindo ser uma alternativa viável e eficaz para administração intravaginal. Conclusão: O bigel à base de óleo de Allium sativum L. para entrega de clotrimazol demonstrou estabilidade, precisão analítica e baixo risco de irritação mucosa, exibindo atividade antifúngica promissora. O fármaco não apenas demonstrou adesividade comparável à do creme vaginal comercial, mas também apresentou vantagem numérica em termos de adesividade à mucosa vaginal porcina. Essa superioridade sugere que o bigel pode oferecer uma aplicação mais prolongada e eficiente do fármaco, potencialmente resultando em melhores resultados terapêuticos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3870578 - FERNANDO LOPES E SILVA JUNIOR
Interno - 3059512 - LÍVIA CARVALHO PEREIRA
Interno - 2221112 - MARCIA ASTRES FERNANDES
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Externo ao Programa - 2059016 - JAQUELINE CARVALHO E SILVA SALES
Externo à Instituição - VALDILEIA TEIXEIRA UCHOA - UESPI
Externo à Instituição - BRENO DE OLIVEIRA FERREIRA - UFAM

Cadastrada em: 19/07/2024
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 06/03/2024 - 08/03/2024 · Matrícula para o período 2024.1.
  • 18/03/2024 · Início do período letivo 2024.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 20/07/2024 21:21