Notícias

Banca de DEFESA: PEDRO VITOR MENDES SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO VITOR MENDES SANTOS
DATA: 21/02/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: NECESSIDADES DE APRENDIZAGEM SOBRE OS MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS UTILIZADOS NO TRABALHO DE PARTO E PARTO: DESENVOLVIMENTO DE INSTRUMENTO
PALAVRAS-CHAVES: Aprendizagem; Educação em Enfermagem; Terapias Complementares; Trabalho de Parto; Enfermagem Obstétrica
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

INTRODUÇÃO: O uso dos métodos não farmacológicos promove o alívio da dor e promoção do conforto da parturiente e consiste em uma tecnologia de cuidado baseado em conhecimentos estruturados, mas que não necessitam de equipamentos sofisticados para sua utilização. Tendo em vista o crescimento e a ampla utilização desses métodos durante o trabalho de parto, e o impacto positivo dessas práticas, empiricamente comprovadas, faz-se necessário elaborar e validar um instrumento para avaliação das necessidades de aprendizagem sobre os métodos não farmacológicos utilizados no trabalho de parto e parto. OBJETIVO: Desenvolver um instrumento para identificação das necessidades de aprendizagem sobre os métodos não farmacológicos utilizados no trabalho de parto e parto. MÉTODO: Trata-se de um estudo metodológico, desenvolvido em três etapas. A primeira etapa consistiu na revisão de escopo (1) seguida do desenvolvimento do instrumento para a identificação das necessidades de aprendizagem dos graduandos acerca dos métodos não farmacológicos no trabalho de parto (2) e a validação do referido instrumento de instrumento para a identificação das necessidades de aprendizagem dos graduandos acerca dos métodos não farmacológicos no trabalho de parto (3). RESULTADOS: Os resultados foram apresentados em dois artigos científicos, sendo respectivamente: Educational technologies on non-pharmacological methods in labor: a scoping review (artigo 1) e Construção e validade de conteúdo de um instrumento para avaliação das necessidades de aprendizagem sobre os métodos não farmacológicos (artigo 2). CONCLUSÃO: Foi possível mapear as evidências acerca das tecnologias educacionais sobre os métodos não farmacológicos utilizados no Trabalho de parto e parto, bem como desenvolver e validar o instrumento proposto.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Presidente - 3017215 - HERLA MARIA FURTADO JORGE
Interno - 3059512 - LÍVIA CARVALHO PEREIRA
Externo à Instituição - PRISCILA DE SOUZA AQUINO - UFC
Notícia cadastrada em: 09/02/2024 14:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 23/05/2024 07:28