Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SAMUEL FREITAS SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAMUEL FREITAS SOARES
DATA: 29/02/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Auditorio da Pós Graduação em Enfermagem
TÍTULO:

A COMUNICAÇÃO NO CONTEXTO DE ENFERMAGEM E SIMULAÇÃO CLÍNICA: DA COMUNICAÇÃO HUMANA À COMPETÊNCIA PROFISSIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

Enfermagem. Gerenciamento do Cuidado. Comptencia. Comunicação. Intrumento de medida. Simulação.


PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
SUBÁREA: Gerenciamento de Enfermagem
RESUMO:

A ampliação de conhecimento sobre o processo de comunicação na perspectiva profissional em enfermagem é elemento essencial para diminuição de vieses relacionados ao gerenciamento do cuidado de enfermagem. Dessa forma o objetivo do presente estudo é avaliar a competência comunicação profissional entre estudantes de enfermagem e os seus respectivos conhecimentos, habilidades e atitudes, visando o gerenciamento do cuidado em enfermagem no contexto de simulação clínica avançada. Trata-se de um estudo do tipo metodológico tendo em vista a construção do Instrumento de mensuração da competência profissional comunicação em ambiente e contexto de simulação clínica avançada. Este estudo foi desenvolvido em três etapas: A primeira refere-se à construção do instrumento, a segunda etapa consistiu no planejamento e execução de aula-padrão e a terceira etapa compreendeu a aplicação do instrumento. Para a construção do instrumento de medida da competência profissional comunicação, foram considerados os fundamentos teóricos metodológicos propostos por Pasquali (2010). Como referencial teórico foram utilizadas 33 teorias da reunidas por Littlejohn (1982, 2011), que foram organizadas em fichas conceituais que deram suporte a estruturação da competência comunicação na perspectiva de Le Boterf (2003). Incialmente foi elaborado um construto com 128 itens: (45) conhecimento, (45) habilidade e (38) atitude. Após validação de conteúdo de construto por cinco juízes experts, elaborou-se instrumento preliminar que passou por validação semântica por meio de brainstorming para dois grupos, composto por estudantes do último ano do curso de bacharelado em Enfermagem, e enfermeiros de um Hospital de Ensino. A seguir foi realizada validação de conteúdo por cinco juízes expertsna área. A versão final do instrumento contou com 46 itens, dos quais (18) conhecimento, (12) habilidade e (16) atitude. A partir dos resultados preliminares foi possível perceber que houve concordância dos juízes para a pertinência dos itens variando de 80 a 100%. Entre os componentes do CHA, foram observados melhores níveis de combinação de saberes para o componente conhecimento. Após a validação de conteúdo do instrumento, foram mantidas as mesmas quantidades de itens, ainda que 18 itens sofressem ajustes na escrita, para melhor adequação ao atributo do instrumento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1569033 - ELAINE CRISTINA CARVALHO MOURA
Interno - 7422147 - LIDYA TOLSTENKO NOGUEIRA
Externo ao Programa - 2055638 - JESSICA PEREIRA COSTA
Externo à Instituição - ANA ELISA BAUER DE CAMARGO SILVA - CEFET/GO
Notícia cadastrada em: 25/02/2016 09:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 18:12