Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOAQUIM GUERRA DE OLIVEIRA NETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOAQUIM GUERRA DE OLIVEIRA NETO
DATA: 26/10/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO:

ATUAÇÃO DE ENFERMEIROS FRENTE À GESTANTE COM INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ATENDIDA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA


PALAVRAS-CHAVES:

Infecções Urinárias. Gravidez. Atenção Primária à Saúde. Papel do Profissional de Enfermagem.


PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: As infecções do trato urinário podem ser de origem comunitária ou estar relacionadas à assistência à saúde. No período gestacional, elas representam uma das formas mais comuns de infecção bacteriana, pois se manifestam geralmente no primeiro trimestre, abrangendo de 10 a 12% das grávidas, além de ser a terceira intercorrência clínica mais comum. Logo, as condutas adequadas, na assistência prestada pelo enfermeiro são essenciais para o melhor prognóstico materno-fetal. Objetivo: Analisar a atuação de enfermeiros frente às gestantes com infecção do trato urinário atendidas em consultas de pré-natal na Estratégia Saúde da Família. Métodos: Estudo qualitativo descritivo realizado nas 24 Equipes da Estratégia Saúde da Família do município de Floriano-PI. Participaram 22 enfermeiros que atuam na zona rural e urbana do município. A coleta foi realizada nos meses de fevereiro e março de 2016 nas unidades básicas de saúde, utilizando-se um questionário semiestruturado contendo dados sociodemográfico e condutas adotadas nas infecções urinárias, seguindo da técnica de entrevista, transcrição na íntegra pela escuta dos depoimentos e elaboração do corpus. O processamento dos dados deu-se com auxílio do software IRAMUTEQ por meio do método da Classificação Hierárquica Descendente. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética da UFPI sob o parecer nº 51425815.1.0000.5214 e todos os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultados e Discussão: Os enfermeiros estudados, em sua maioria, eram mulheres (n=21), com idade entre 31 e 40 anos (n=15); graduados em instituições públicas (n=14), com 5 anos ou mais de formados (n=11). A maior parte (n=14) sempre atuou na atenção básica, era especialista em Saúde da Família, Saúde Pública e ou em Obstetrícia (n=11), sendo que apenas um informou não ter nenhuma pós-graduação. A maioria possuía outro vínculo empregatício (n=15), metade deles não faz cursos, periodicamente, de atualização em saúde da mulher e a outra metade faz cursos na temática a cada semestre, anualmente ou a cada dois anos. O corpus foi dividido em 316 segmentos de texto analisáveis com aproveitamento de 64.23% do material processado. A análise dos agrupamentos de palavras e interpretação dos significados conduziu a nomeação dos respectivos sentidos das classes a seguir: Classe 1 –  Rotina de atendimento do enfermeiro à gestante (58 segmentos de texto – 18,4% do corpus); Classe 2 – Educação em saúde como principal medida adotada pelo enfermeiro para prevenção de infecção urinária em gestantes (100 segmentos de texto – 31,6% do corpus); Classe 3 – Condutas do enfermeiro para prevenção e controle de infecção urinária em gestantes (94 segmentos de texto – 29,8% do corpus); Classe 4 – Dificuldades no diagnóstico de infecção urinária em gestantes (64 segmentos de texto – 20,2% do corpus). Considerações finais: A atuação dos enfermeiros está fundamentada nas orientações e medidas não farmacológicas para o tratamento da infecção do trato urinário. As principais medidas de prevenção e controle desse agravo á saúde em gestantes, orientadas pelos enfermeiros foram: a higienização íntima adequada, aumento da ingestão de líquidos, higiene antes e após a relação sexual, estímulo a não atrasar o esvaziamento voluntário da bexiga e uso de roupas leves.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Externo à Instituição - LUANA KELLE BATISTA MOURA - UNINOVAFAPI
Interno - 2364966 - ROSILANE DE LIMA BRITO MAGALHAES
Notícia cadastrada em: 27/09/2016 10:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 04:11