Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GAUBELINE TEIXEIRA FEITOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GAUBELINE TEIXEIRA FEITOSA
DATA: 08/11/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: NARRATIVAS DE MULHERES QUE VIVENCIARAM O PROCESSO PARTURITIVO EM UM CENTRO DE PARTO NORMAL
PALAVRAS-CHAVES: Parto Humanizado; Enfermeira Obstetra; Serviços de Saúde
PÁGINAS: 41
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Historicamente o nascimento era compreendido como um processo natural, compartilhado entre as mulheres e seus familiares. Porém com processo de hospitalização do parto, o mesmo se transformou em um ato médico, com caráter patológico favorecendo a desvalorização da mulher, a perda de sua autonomia durante o trabalho de parto e parto normal, e o aumento de procedimentos invasivos na assistência obstétrica. Assim o estudo teve como objetivo compreender as narrativas de vida das mulheres que vivenciaram o processo parturitivo em um Centro de Parto Normal. Trata-se de estudo descritivo exploratório, de abordagem qualitativa, que utilizou o método Narrativa de Vida. O local escolhido para a realização da pesquisa foi o Centro de Parto Normal (CPN) da maternidade de referência no Estado do Piauí. Foram entrevistadas 20 mulheres no período de junho a agosto de 2016. Para a produção dos dados, utilizou-se a técnica da entrevista aberta, por meio de um formulário que possuía dados sociodemográficos, obstétricos e a questão norteadora do estudo. As entrevistas foram gravadas em áudio com o auxílio de smartphone e transcritas na íntegra, com a permissão da participante após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Para a análise dos dados utilizou-se o referencial metodológico de Bertaux. As participantes do estudo apresentaram idade entre 18 a 34 anos, com relação a situação conjugal oito eram casadas, dez em união estável e duas solteiras. No que diz respeito a religião, a católica prevaleceu. A renda familiar mensal variou de cinco a um salário mínimo. Já a ocupação/profissão metade das participantes se declaram do lar. A maioria residia em Teresina-PI, perfazendo um quantidade de 15 mulheres. Quanto ao número de gestação, parto e aborto ocorreu uma variação de uma a cinco gestações e partos, com a predominância de primíparas, e de um a dois abortos. Todas as participantes tiveram parto vaginal nas gestações anterior. Quanto ao número de consultas de pré-natal a maioria realizou oito, variando de 1 a 14 consultas. A partir da análise dos discursos foi elaborado as seguintes categorias: “A importância acompanhante no processo parturitivo”; “O cuidado da enfermeira obstetra e o uso de tecnologias não invasivas”; “A vivência do parto no Centro de Parto Normal”; “O medo da cesárea e as vantagens do parto normal.”


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Presidente - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Externo à Instituição - KLEYDE VENTURA DE SOUZA - UFMG
Interno - 1167659 - SILVANA SANTIAGO DA ROCHA
Notícia cadastrada em: 21/10/2016 13:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 03:00