Notícias

Banca de DEFESA: ARIANE GOMES DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARIANE GOMES DOS SANTOS
DATA: 26/04/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: SUSPEIÇÃO DE TRANSTORNOS MENTAIS NÃO PSICÓTICOS EM MULHERES E SUA RELAÇÃO COM A VIOLÊNCIA POR PARCEIRO ÍNTIMO
PALAVRAS-CHAVES: Mulheres. Transtornos Mentais. Violência por Parceiro Íntimo. Saúde Mental. Enfermagem.
PÁGINAS: 179
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

INTRODUÇÃO: os transtornos mentais não psicóticos em mulheres e sua relação com os diferentes tipos de violência por parceiro íntimo merecem atenção especial da equipe de saúde e configuram-se como uma lacuna do conhecimento científico que este estudo buscará reduzir, tendo em vista que a literatura não apresenta dados robustos que envolvem essa relação. OBJETIVO: avaliar a suspeição de transtornos mentais não psicóticos em mulheres e sua relação com os tipos de violência por parceiro íntimo. MATERIAL EMÉTODO: estudo transversal analítico, com amostra de 369 mulheres, de 20 a 59 anos, de cinco municípios piauienses.O período de coleta dos dados ocorreu de agosto de 2015 a maio de 2016. As informações trabalhadas nesta tese resultaram da aplicação de três instrumentos: o formulário de caracterização sociodemográfica e de saúde, o Self Reporting Questionnaire e as Conflict Tactic Scales. A análise dos dados deu-sepor meio do software R, versão 3.4.1. Foram realizados teste Qui-Quadrado de Pearson, modelos de regressão logística binária eexpressos os valores de Odds Ratio com respectivos intervalos de confiança e a significância do Teste de Wald.RESULTADOS:a violência por parceiro íntimo aumentou em3,46 vezes as chances de mulheres terem suspeitas de transtornos mentais não psicóticos. As que relataram abuso físico sem sequelas, em grau severo, apresentaram 2,58 vezes mais chances de terem sintomas de humor depressivo ansioso. O abuso físico com sequelas, em grau menor, aumentou em 3,7 vezes a propensão ao desenvolvimento de sintomas de humor depressivo ansioso.A agressão psicológica, em grau menor, elevou em 2,07 vezes as chances de mulheres terem sintomas de decréscimo de energia vital. Essa propensão aumentou para 2,27 vezes quando a agressão psicológica foi em grau severo. O abuso físico sem sequelas, em menor grau, elevou a 2,23 vezes e no grau severo a 3,06 mais propensão de apresentarem sintomas de decréscimo de energia vital. Já o abuso físico com sequelas, em grau menor, aumentou 3,13 vezes as chances de mulheres possuírem sintomas de decréscimo de energia vital. A agressão psicológica, em grau menor, aumentou em 2,93 vezes as chances de mulheres terem pensamentos depressivos e em grau severo 3,11. A agressão física sem sequelas, menor, gerou 3,86 vezes mais propensão de mulheres desenvolverem pensamentos depressivos e 6,13 vezes quando o grau se tornou severo. Mulheres que sofreram coerção sexual, menor, apresentaram 2,47 vezes mais chances de terem pensamentos depressivos. A agressão física com sequelas,em graus menor e severo, aumentou em 5,92 e 7,3 vezes, respectivamente, as chances de desenvolverem pensamentos depressivos. CONCLUSÃO:Portanto, conclui-se que a suspeição de transtornos mentais não psicóticos em mulher e está relacionada com os diferentes tipos de violência por parceiro íntimo. Este estudo mostrou associações entre sintomas de humor depressivo-ansioso, decréscimo da energia vital, pensamentos depressivos e as violências psicológica, física e sexual (em graus menor e severo).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Externo à Instituição - ANA PATRICIA PEREIRA MORAIS - UECE
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Presidente - 1167726 - CLAUDETE FERREIRA DE SOUZA MONTEIRO
Externo ao Programa - 2073270 - FERNANDO JOSÉ GUEDES DA SILVA JÚNIOR
Interno - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Externo à Instituição - ROBERTO WAGNER JUNIOR FREIRE DE FREITAS - FIOCRUZ
Notícia cadastrada em: 09/03/2018 12:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 08:13