Notícias

Banca de DEFESA: ODINEA MARIA AMORIM BATISTA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ODINEA MARIA AMORIM BATISTA
DATA: 29/05/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: FORMAÇÃO DE BIOFILME EM CATETERES URINÁRIOS: desafios e implicações
PALAVRAS-CHAVES: Infecções Urinárias .Biofilmes. Prevenção. Staphylococcus. Pseudomonas.
PÁGINAS: 125
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: A presença do cateter de Foley no trato urinário fornece condições ideais para o desenvolvimento de uma variedade de populações de biofilmes, resultando em Infecção associada ao uso deste dispositivo. A escolha do tipo e calibre do cateter urinário é muito importante, porém não há relatos na literatura da associação entre o calibre e a formação de biofilmes nas superfícies deste cateter. Objetivo: Investigar os aspectos microbiológicos e físico-químicos que integram a formação do biofilme em cateteres urinários de Foley. Material e método: Realizou-se primeiramente uma análise bibliométrica, exploratória, descritiva e em seguida a investigação observacional, laboratorial/experimental in vitro dos aspectos que permeiam a formação de biofilmes em cateteres urinários de Foley. Para a pesquisa bibliométrica, utilizou-se os descritores: “ “Biofilm*” AND “Urinary Catheter*” com recorte temporal entre os anos de 1945 e 2016. Na investigação in vitro a amostra constou de fragmentos de cateteres urinários de Foley; os micro-organismos utilizados neste experimento foram: cepas padrão de Staphylococcus aureus (ATCC 25923) e Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853); os dados foram submetidos a análise estatística descritiva (média, desvio padrão, valores mínimos e máximos, por meio do teste de Kruskall-Wallis e Student-Newman-Keuls, considerando-se nível de significância =5%. Resultados: Análise bibliométrica: revelou 329 artigos a respeito da formação de biofilme em cateter urinário entre os anos de 1985 a 2016, publicados em 167 periódicos, escritos por 1.262 autores ligados a 452 instituições localizadas em 50 países, com uma média de aproximadamente 26 referências por artigo. Investigação in vitro experimental/laboratorial: Quando avaliados os dois tipos de calibres dos cateteres de Foley de forma independente, constatou-se que ambos são formadores de biofilmes in vitro e que o tempo é uma variável importante que influencia na formação de biofilmes. Conclusão: As pesquisas internacionais reveladas na análise bibliométrica mostram uma produção científica diversificada sobre a formação e prevenção de biofilmes em cateteres urinários. Há um predomínio de pesquisas in vitro, seguidas de revisões de literatura. Os resultados deste estudo in vitro corroboram com a hipótese inicial da pesquisa sobre a influencia do tempo na formação do biofilme em cateter urinário de Foley.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Externo ao Programa - 1551620 - MARIA ZELIA DE ARAUJO MADEIRA
Externo à Instituição - DENISE DE ANDRADE - USP
Externo à Instituição - ADRIANO MENIS FERREIRA - UFMS
Notícia cadastrada em: 18/05/2018 14:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 04:06