Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCIA GABRIELA COSTA RIBEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCIA GABRIELA COSTA RIBEIRO
DATA: 19/09/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: SEGUIMENTO DO RECÉM-NASCIDO PREMATURO POR ENFERMEIROS DA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA
PALAVRAS-CHAVES: Recém-nascido prematuro; Atenção primária a saúde; Atenção domiciliar
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Os recém-nascidos prematuros, devido à imaturidade dos seus órgãos, apresentam dificuldades no seu desenvolvimento desde o nascimento até os primeiros anos de vida. As vulnerabilidades e riscos aos quais estão expostos exigem cuidados específicos mesmo após a alta hospitalar. Uma vez no ambiente domiciliar, serão os enfermeiros da estratégia de saúde da família, juntamente com os demais membros da equipe, que darão continuidade ao seu atendimento, seja pela prevenção dos riscos associados à prematuridade ou pela promoção da saúde dessas crianças. Desse modo, objetivou-se: analisar as estratégias utilizadas pelos enfermeiros da atenção básica para assistirem o RNPT na sua área de abrangência; descrever as ações que caracterizam a dinâmica assistencial de enfermagem realizada com recém-nascidos prematuros no domicilio; discutir quais dificuldades e facilidades enfrentadas pelos enfermeiros no cuidado domiciliar ao RNPT na atenção básica e elaborar um guia de orientações para o atendimento de prematuros em domicílio para enfermeiros da atenção básica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, baseado no referencial metodológico da pesquisa convergente assistencial, que teve como participantes treze enfermeiros que trabalham na atenção básica.  A produção de dados ocorreu de fevereiro a setembro de 2018, em duas etapas: entrevistas individuais execução de grupos focais. Os discursos foram analisados pela técnica de conteúdo de Bardin. Os resultados encontrados evidenciam que a participação de agentes comunitários de saúde e a comunicação direta com a família são estratégias adotas para promover o cuidado ao prematuro. A falta de contrarreferencia das maternidades e de embasamentos teóricos para assistir as demandas especifica desse público foram apontadas como dificuldades na assistência ao pré-termo em domicilio. Percebe-se que, no tocante as visitas domiciliares, não há um planejamento específico para o prematuro, as condutas adotadas são comuns a todos os recém-nascidos. Porém, a assistência ao aleitamento materno recebe um olhar diferenciado por parte dos enfermeiros.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Externo à Instituição - MARIALDA MOREIRA CHRISTOFFEL - UFRJ
Presidente - 1167659 - SILVANA SANTIAGO DA ROCHA
Notícia cadastrada em: 14/09/2018 09:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 23:26