Notícias

Banca de DEFESA: ELIZABETH SOARES OLIVEIRA DE HOLANDA MONTEIRO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIZABETH SOARES OLIVEIRA DE HOLANDA MONTEIRO
DATA: 09/10/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DO TÉCNICO EM ENFERMAGEM
PALAVRAS-CHAVES: Educação profissionalizante, docentes de enfermagem, técnicos de enfermagem, educação em enfermagem.
PÁGINAS: 136
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: O processo de ensino-aprendizagem tradicional ainda se constitui em uma realidade na formação técnica de nível médio em enfermagem, o qual é denominado de ensino bancário, em que o discente figura como fiel depositário de conhecimento, desprovido de uma consciência crítica e com prática dissociada do contexto social vivenciado pelo educando. Objetivos: Realizar uma intervenção na prática pedagógica docente para utilização de metodologias inovadoras no curso técnico em enfermagem; realizar um diagnóstico das práticas pedagógicas docentes na formação do técnico em enfermagem;discutir com os docentes do curso técnico em enfermagem a utilização de métodos inovadores no processo de ensino,com a finalidade de (re)significação das práticas pedagógicas docentes;e, analisar os resultados do processo de intervenção nas práticas pedagógicas docentes no curso técnico em enfermagem.Metodologia: Estudo de natureza qualitativa com utilização da estratégia da pesquisa-ação, realizada no Estado do Piauí, Brasil, com 22educadores. Os dados foram produzidos entre julho e agosto de 2017da seguinte forma: um diagnóstico prévio, três seminários com os participantes com atividades motivacionais e desenvolvimento de atividades pedagógicas para aplicação das metodologias ativas e,por fim, uma reunião interna dos resultados. A coleta aconteceu após autorização pelo Comitê de Ética e assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido por cada participante, no período de julho e agosto de 2017. Para cada seminário foi realizada uma ata com anotação de todo o seminário, além de registros fotográficos e gravação do processo.Tanto as respostas individuais nos instrumentos, como os depoimentos nos grupos construídos, e ainda a participação no coletivo,foram utilizados para serem mapeados e agrupados, de acordo com o significado convergente, a partir dos quais se prosseguiu para a categorização ou classificação dos achados que, conforme Minayo (2007),consiste em agregar vários depoimentos em classes ou categorias. Após a formulação das categorias temáticas, seguiu-se para a análise e discussão dos dados, relacionando os achados com o marco temático e teórico construídos neste estudo. As categorias formuladas foram as seguintes: 1 –Conhecimento dos educadores acerca das metodologias inovadoras para ensinar em cursos técnicos profissionalizantes de técnico em enfermagem; 2 – O educador no processo de ensinar e aprender; e, 3–Limitações e potencialidades para o aprender significativo.Resultados: As metodologias inovadoras são de conhecimento dos educadores na escola pesquisada, mas existe predominância da educação tradicional na condução do aprendizado. Educadores defendem que assuntos difíceis devem ser ministrados em aula expositiva e os fáceis em seminários, teatros ou outra metodologia mais adequada.Os educadores reconhecem que,ao selecionar uma temática, deve-se considerar as necessidades do educando, apesar de não ser essa condução adotada pele maioria deles. Os educadores que trabalham,atualmente,na escola pesquisada informam não ter licenciatura, e sim bacharelado, o que dificulta a utilização de metodologias inovadoras em sala de aula, mas estão procurando melhorar essa prática. Levantam como necessário para atuar em sala de aula: prática docente, conhecimento didático, atualização pedagógica e educador como mediador no processo de ensino-aprendizagem;ainda,mencionam como limitadores do processo de ensinar e aprender,além da pouca prática docente e a interação educador/educando,os currículos engessados e o sistema de avaliação numérico, com predomínio da técnica pela técnica. Considerações finais: No estudo foi constatado que os educadores precisam receber formação permanente para que possam desenvolver melhor a utilização das metodologias inovadoras na sua prática pedagógica. Foi confirmado que muitos dos educadores que contribuíram com essa produção já utilizam,em suas aulas,estratégias metodológicas, mas o predomínio é da pedagogia tradicional, transmissiva.Assim, para que as metodologias inovadoras possam ser ainda mais eficazes é importante à escola investir em ações planejadas e interdisciplinares. As instituições formadoras necessitam instrumentalizar o educador, uma vez que muitos profissionais de saúde que atuam em salas de aulas não têm formação em licenciatura, e tão pouco estudaram nas academias com profundidade a disciplina de didática. Isso permitirá, então, um agir com os educandos sabendo o que se deseja na condução do processo de aprendizagem para a formação de um educando mais crítico e reflexivo e uma educação significativa.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Presidente - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Externo à Instituição - CAMILA APARECIDA PINHEIRO LANDIM - UNINOVAFAPI
Externo à Instituição - GIRLENE ALVES DA SILVA - UFJF
Interno - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Interno - 423632 - MARIA DO LIVRAMENTO FORTES FIGUEIREDO
Interno - 1167764 - TELMA MARIA EVANGELISTA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 14/09/2018 15:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 02/10/2022 22:47