Notícias

Banca de DEFESA: NATHALIA KELLY DE SOUSA ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NATHALIA KELLY DE SOUSA ANDRADE
DATA: 22/03/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: OBJETO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM PARA INTERPRETAÇÃO DE GASES SANGUÍNEOS ARTERIAIS PELA ENFERMAGEM
PALAVRAS-CHAVES: Tecnologia Educacional. Educação em Enfermagem. Educação a Distância. Gasometria.
PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: a revolução tecnológica teve disseminação rápida na sociedade, por meio das tecnologias de informação e comunicação, as quais permitem a propagação de informações de forma ágil e horizontal, reduzindo barreiras espaciais. A informática tem sido aliada do ensino de qualidade, no qual se inserem os objetos virtuais de aprendizagem para facilitar o processo de ensino-aprendizagem. A necessidade de assistência segura impõe que o enfermeiro atualize os conhecimentos para interpretação de gases sanguíneos arteriais, pois a amostra da gasometria arterial revela alterações respiratórias e metabólicas do paciente. Objetivo: avaliar um objeto virtual de aprendizagem para interpretação de gases sanguíneos arteriais pela Enfermagem entre enfermeiros atuantes nas áreas de clínica médica e ou terapia intensiva. Método: estudo metodológico de abordagem quantitativa, realizado no período de julho a novembro de 2018, após aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa que seguiu o Design Instrucional Contextualizado constituído por cinco etapas: análise, design, desenvolvimento, implementação e avaliação. A qualidade do objeto virtual foi avaliada por oito enfermeiros que atuavam nas áreas de clínica médica e ou terapia intensiva, por meio do Learning Object Review Instrument. Resultados: desenvolveu-se o objeto virtual para interpretação de gases sanguíneos arteriais pela Enfermagem, que foi hospedado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do Canvas. O conteúdo digital é composto por seis Unidades: introdutória, componentes da gasometria arterial e valores de normalidade, desequilíbrios acidobásicos, compensação dos desequilíbrios acidobásicos, interpretação do exame de gasometria arterial por meio do método de Romanski, resolução de casos clínicos e avaliação do objeto virtual. Evidenciou-se que dos itens avaliados, a qualidade do conteúdo e alinhamento dos objetivos de aprendizagem receberam melhores avaliações, com escores 4 e 5. Os itens feedback e adaptação, design de apresentação e acessibilidade receberam avaliações inferiores a 3 (bom), entretanto, a maioria das respostas estava atribuída a escore igual ou acima de 3. Os enfermeiros tiveram alta porcentagem de concordância com relação a qualidade do objeto virtual, exceto para acessibilidade. Conclusão: o objeto virtual de aprendizagem para interpretação de gases sanguíneos arteriais pela Enfermagem foi considerado válido pelos enfermeiros atuantes nas áreas de clínica médica e ou terapia intensiva, no que diz respeito a qualidade. Em estudo futuro pretende-se realizar a validação técnica do objeto virtual com pessoas da área de Informática e implementá-lo com alunos de Enfermagem e enfermeiros que trabalham em ambientes de cuidados críticos de saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Presidente - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Externo à Instituição - SIMONE DE GODOY - USP
Notícia cadastrada em: 14/03/2019 14:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 00:08