Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELLE MACHADO OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELLE MACHADO OLIVEIRA
DATA: 21/10/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: SOFRIMENTO MENTAL, COMPORTAMENTO SUICIDA E FATORES ASSOCIADOS EM PÓS-GRADUANDOS STRICTO SENSU DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA
PALAVRAS-CHAVES: Estudantes; Estresse Psicológico; Suicídio; Ideação Suicida
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: Apesar dos diversos benefícios que a pesquisa traz para o desenvolvimento do País, é importante destacar que a pós-graduação é uma realidade complexa, principalmente para os estudantes, os quais são expostos a diversos estressores que podem resultar no sofrimento mental desses estudantes e que se constitui em um importante fator de risco para o surgimento de comportamento suicida entre esta população. Objetivos: avaliar a presença de sofrimento mental, comportamento suicida e fatores associados em pós-graduandos stricto sensu de uma universidade pública. Metodologia: trata-se de estudo analítico e transversal, desenvolvido com 227 estudantes de pós-graduação de uma universidade pública do Piauí. A coleta de dados ocorreu entre os meses de fevereiro e agosto de 2019, por meio da aplicação de três instrumentos: Self Report Questionnaire (SRQ-20), Escala de Ideação Suicida de Beck (BSI) e um questionário próprio elaborado pelas pesquisadoras. Para a análise estatística, utilizou-se o software Statistical Package for the Social Science (SPSS), versão 22.0. Para comparar as variáveis categóricas, utilizou-se o teste qui quadrado (x²) e o teste exato de Fischer. O teste de Kolmogorov-Smirnov, o teste não paramétrico de Mann-Whitney, o teste de Kruskal-Wallis e o coeficiente de correlação de Spearman também foram utilizados neste estudo. Resultados: os dados revelaram que a população se constituiu, em sua maioria, de mulheres, jovens, do Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL), solteiras, divorciadas ou separadas, sem filhos, com renda familiar ≥5 salários mínimos e que seguem a religião católica. A maioria recebe bolsa de estudo, cursa o segundo ano e se dedica exclusivamente à pós-graduação. Dados referentes ao comportamento suicida revelaram que 32,2% apresentaram pensamentos suicidas ao longo da vida, 19,4% fizeram planos de dar fim à própria vida e 6,8% já haviam tentado suicídio. A prevalência de ideação suicida na semana anterior rastreada pela BSI foi de 6,6%. Quanto à presença de sofrimento mental, essa foi encontrada em 46,7% da amostra deste estudo. Conclusão: Chama-se a atenção para a necessidade de implementação de ações e políticas direcionadas para promoção da saúde mental e prevenção dos agravos psíquicos voltados para a população universitária, especialmente para discentes dos programas de pós-graduação.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Interno - 3870578 - FERNANDO LOPES E SILVA JUNIOR
Externo à Instituição - KELLY GRAZIANI GIACCHERO VEDANA - USP
Presidente - 2221112 - MARCIA ASTRES FERNANDES

Notícia cadastrada em: 08/10/2019 08:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 07:43