Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLARA ANANDA PIMENTEL DE SOUSA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLARA ANANDA PIMENTEL DE SOUSA SANTOS
DATA: 06/11/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: NÍVEIS DE IDEAÇÃO SUICIDA ASSOCIADOS AO USO DE ÁLCOOL
PALAVRAS-CHAVES: Adulto; Ideação suicida; Abuso de álcool
PÁGINAS: 27
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: A ideação suicida é considerada como um componente fundamental no comportamento suicidário e tem papel desencadeador dos demais elementos: tentativa e suicídio. Dentre os fatores de risco de maior impacto para o surgimento da ideação suicida encontra-se o uso de álcool. Objetivo: Analisar a associação entre a ideação suicida e uso de álcool em população adulta atendida na atenção primária à saúde de Teresina/Piauí.Métodos: Trata-se de estudo analítico e transversal, desenvolvido com 380 adultos atendidos nas Unidades Básicas de Saúde de Teresina. A coleta de dados ocorreu entre os meses de junho a setembro de 2019, por meio da aplicação de três instrumentos: Escala de Ideação Suicida de Beck (BSI), Alcohol Use DesordersIdentification Test (AUDIT) e questionário construído pelos pesquisadores. Para análise estatística, utilizou-se o software StatisticalPackage for the Social Science (SPSS), versão 20.0. Realizaram-se análises descritiva e inferencial, mediante os seguintes testes estatísticos: coeficiente de correlação de Spearman, Qui quadrado de Pearson e teste de regressão logística multivariada. Para todas as análises que foram realizadas, foi adotado o nível de significância de 0,05. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí, com parecer n° 2.404.139 Resultados: A prevalência de uso de álcool por pessoas com ideação suicida foi de 42,6% e com ideação suicida clinicamente significante de 44,4%. Comprovou-se correlação negativa significativa entre BSI e anos de estudo, BSI e idade, AUDIT e idade. Observa-se um predomínio de ideação suicida entre mulheres, com idade entre 30 e 39 anos, com companheiro com convívio no mesmo lar, com filhos, raça parda, classe econômica e, que não trabalham, possuem religião, que informam a presença de evento estressor e problemas no sono, não fazem atividade física e possuem histórico de violência e discriminação. Evidenciou-se um aumento na prevalência de ideação suicida e ideação suicida clinicamente significante com o aumento na gravidade do padrão de uso de álcool, alcançando-se um percentual de 33,3% e 16,7%, respectivamente, em indivíduos com escore compatível com padrão de possível dependência. Conclusão: O uso de álcool esteve fortemente associado à presença de ideação suicida nos indivíduos investigados. Dados os resultados obtidos, este estudo pode fornecer subsídios para edificação de ações políticas e programas direcionados a essas problemáticas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Presidente - 1167726 - CLAUDETE FERREIRA DE SOUZA MONTEIRO
Externo ao Programa - 2073270 - FERNANDO JOSÉ GUEDES DA SILVA JÚNIOR
Externo à Instituição - SANDRA CRISTINA PILLON - USP

Notícia cadastrada em: 25/10/2019 08:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 02/10/2022 22:48