Notícias

Banca de DEFESA: NALMA ALEXANDRA ROCHA DE CARVALHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NALMA ALEXANDRA ROCHA DE CARVALHO
DATA: 06/03/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: TECNOLOGIA EDUCATIVA DO TIPO CARTILHA PARA AUTOEFICÁCIA MATERNA NO CUIDADO DO RECÉM-NASCIDO PREMATURO: ELABORAÇÃO E VALIDAÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Tecnologia em saúde. Educação em saúde. Recém-nascido prematuro. Alta do paciente. Família
PÁGINAS: 111
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: Ao se considerar as taxas atuais de morbimortalidade de prematuros, especialmente aqueles de muito baixo peso, torna-se prudente desenvolver ações que envolvam o apoio, a orientação e a instrumentalização dos pais ou acompanhantes para os cuidados cotidianos com o prematuro no ambiente domiciliar. Essas ações deverão acontecer desde a admissão na UTI e serem reforçadas durante toda internação hospitalar, levando em consideração as individualidades e capacidade de compreensão de cada família, a fim de fortalecer o enfrentamento na alta hospitalar. Objetivo: Validar uma tecnologia educativa do tipo cartilha construída para a promoção da autoeficácia materna no cuidado do recém-nascido prematuro pós-alta hospitalar no contexto piauiense. Método: Estudo com desenvolvimento metodológico, no qual foi elaborado e validado uma tecnologia educativa do tipo cartilha destinada às mães de prematuro no cuidado de seus filhos no domicílio. O processo de construção e validação da cartilha obedeceu às seguintes fases: 1) elaboração do projeto de desenvolvimento e submissão ao Comitê de Ética e Pesquisa (CEP); 2) levantamento bibliográfico; 3) diagnóstico situacional (Brainstorming); 4) elaboração do material educativo e 5) qualificação ou validação do material por especialistas no assunto. Essa tecnologia foi validada por 12 juízes de conteúdo, sendo cinco docentes e sete assistenciais. Para validação do material foi utilizado um instrumento que avaliou cada página da cartilha individualmente quanto a clareza da linguagem, pertinência prática e relevância teórica, além disso foi utilizado o instrumento Suitability Assesment of Materials (SAM). Este estudo teve aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa, com parecer nº. 2.883.281. Resultados: A cartilha, intitulada: “O que você precisa saber sobre o cuidado do prematuro em casa” foi elaborada utilizando-se linguagem simples e direta, com ilustrações que retratavam a realidade da população e layout que pudesse favorecer na compreensão das informações contidas no material, sendo dividida em seis tópicos (1. Higiene; 2. Alimentação; 3. Crescimento e desenvolvimento; 4. Cuidados diários; 5. Cuidados especiais/intercorrências e 6. Consultas e vacinas). Após a construção, a cartilha foi validada por 12 especialistas no assunto, intitulados juízes de conteúdo, que validaram o material utilizando dois instrumentos. Na análise da consistência interna do primeiro instrumento todos os itens foram avaliados significativamente, com Alfa de Cronbach: 0,980. Já na análise da consistência interna do instrumento de Validação SAM, com base em itens padronizados, obteve coeficiente de alpha de Cronbach alto: 0,819. No SAM ainda foi calculado a análise percentual dos escores (dividindo a pontuação total das respostas do SAM pela pontuação total possível para esse material). A pontuação média para a cartilha foi de 65,54%, esses achados evidenciaram que o material educacional final foi classificado como “adequado", de acordo com a classificação do instrumento. Conclusão: Foi elaborada uma tecnologia educativa do tipo cartilha baseada em revisão de literatura integrativa e diagnóstico situacional com o público alvo. Ela foi considerada válida por juízes docentes e assistenciais em ambos os instrumentos utilizados. De acordo com análise, essa cartilha tem resultados consistentes para a autoeficácia materna no cuidado do recém-nascido prematuro. Acredita-se que essa tecnologia pode ser usada como instrumento educativo para mães de prematuro no cuidado domiciliar, minimizando reinternações e consequentemente os índices de mortalidade nesse público.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1350197 - FERNANDA VALERIA SILVA DANTAS AVELINO
Interno - 3017215 - HERLA MARIA FURTADO JORGE
Externo à Instituição - LUCIOLA GALVAO GONDIM CORREA FEITOSA - UNINOVAFAPI
Presidente - 1167659 - SILVANA SANTIAGO DA ROCHA
Notícia cadastrada em: 11/02/2020 10:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 01:37