Notícias

Banca de DEFESA: GUILHERME GUARINO DE MOURA SA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUILHERME GUARINO DE MOURA SA
DATA: 24/04/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: EFETIVIDADE DE VÍDEO EDUCATIVO E ORIENTAÇÕES VERBAIS DE ENFERMAGEM NA PERCEPÇÃO DE IDOSOS SOBRE OS RISCOS DE QUEDA: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO
PALAVRAS-CHAVES: Idoso. Acidentes por Quedas. Educação em Saúde. Filmes e Vídeos Educativos. Enfermagem Geriátrica
PÁGINAS: 210
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

As quedas constituem importante causa de morbimortalidade em idosos e apresentam etiologia multifatorial. A prevenção desse acidente perpassa pelo protagonismo do idoso perceber a exposição aos riscos de cair. Nesse cenário, as orientações verbais de enfermagem e tecnologias educacionais, como o vídeo, possibilitam multiplicação de informações e podem contribuir em intervenções educativas para idosos sobre riscos de queda. Objetivou-se avaliar a efetividade do uso de vídeo educativo e de orientações verbais de enfermagem na percepção de idosos sobre os riscos de queda. Tratou-se de estudo multimétodos, composto por pesquisa metodológica e Ensaio Clínico Randomizado (ECR) realizados na área de abrangência da Atenção Primária à Saúde do município de Bom Jesus, Piauí, Brasil. No estudo metodológico, ocorreu construção de vídeo educativo com orientações sobre riscos de queda para idosos. Para isto, seguiram-se as fases de pré-produção, produção e pós-produção. A validação ocorreu por meio da avaliação de 22 juízes e 22 idosos. A análise de dados foi realizada a partir do Índice de Validação de Conteúdo e teste binomial. O ECR teve amostra de 138 idosos, que foram alocados de forma randômica, com taxa de 1:1, em Grupo Intervenção (GI) (n=69), que assistiu ao vídeo educativo, e Grupo Controle (GC) (n=69), que recebeu orientações verbais de enfermagem. A coleta de dados ocorreu em dois momentos: 1º momento – pré-teste e aplicação das intervenções; 2º momento – pós-teste (após 30 dias). Utilizou-se estatística descritiva, por meio de média, desvio padrão, mediana e intervalo interquartil, para análise dos dados de caracterização dos idosos. A homogeneidade entre os grupos foi verificada pelos testes t de Student para amostras independentes, U de Mann-Whitney, Qui-quadrado para proporção e exato de Fischer. Para comparar a percepção dos riscos de queda, intragrupo, utilizaram-se os testes t de Student para amostras dependentes e McNemar. Na comparação intergrupo foram empregados o teste t de Student para amostras independentes, Qui-quadrado para proporção e exato de Fisher. Adotou-se nível de significância de 5% e intervalo de confiança de 95%. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí (parecer nº 3.334.943) e cadastrado no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (RBR-8nfggd). O vídeo foi construído a partir dos princípios da Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimídia, foi composto por animação digital e narração em áudio, possuiu dez minutos e cinco segundos e contemplou riscos biológicos, socioeconômicos, comportamentais e ambientais para quedas e cuidados para evitá-los. Os itens avaliados obtiveram Índice de Validação de Conteúdo superior a 0,8, de forma que o vídeo foi considerado válido. No ECR, os grupos mostraram-se homogêneos na linha de base (p>0,05). A análise intragrupo revelou que os dois grupos tiveram aumento da percepção dos riscos de queda, entre o pré e pós-teste, com diferenças estatisticamente significativas (GI=0,001; GC<0,001). Na análise intergrupo, mostraram-se com médias semelhantes no pré-teste (p=0,559), enquanto no pós-teste a média do GC foi estatisticamente superior à do GI (p=0,013). Conclui-se que o uso do vídeo educativo e orientações verbais de enfermagem promoveram aumento da percepção de idosos sobre riscos de queda. No entanto, a orientação verbal foi a estratégia educativa mais efetiva para elevar a percepção dos idosos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Interno - 6422772 - BENEVINA MARIA VILAR TEIXEIRA NUNES
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Externo à Instituição - LORENA PINHEIRO BARBOSA - UFC
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Interno - 423632 - MARIA DO LIVRAMENTO FORTES FIGUEIREDO
Externo à Instituição - ROSIMERE FERREIRA SANTANA - UFF
Notícia cadastrada em: 16/03/2020 17:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 07:14