Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOELMA MARIA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOELMA MARIA COSTA
DATA: 04/05/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: TRANSTORNO MENTAL COMUM EM PESSOAS ACOMETIDAS POR HANSENÍASE
PALAVRAS-CHAVES: Transtornos Mentais, Hanseníase, Enfermagem
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

INTRODUÇÃO: Os transtornos mentais comuns (TMC) constituem um conjunto de sintomas difusos, inespecíficos, não psicóticos, que não preenchem critérios para os transtornos depressivos, ansiosos ou somatoformes. As evidências demonstram que o tema vem sendo estudado, entretanto existe uma lacuna de conhecimento relacionado ao TMC na hanseníase e os fatores que o influenciam. OBJETIVO: analisar o transtorno mental comum em pessoas acometidas por hanseníase e sua relação com fatores clínicos, capacidade funcional, participação social e estigma MÉTODO: Trata-se de um estudo de delineamento transversal, analítico desenvolvido a partir do macroprojeto de pesquisa Operacional, intitulado: INTEGRAHANS-PIAUÍ, realizado no município de Floriano, estado do Piauí. A população foi composta do universo de casos novos de hanseníase residentes no município de Floriano, notificados no SINAN no período de 2001 a 2014, totalizando 1076 registros. Destes foram avaliados 334 casos e após exclusões de 117 pessoas, restaram 217sujeitos que preencheram os critérios de inclusão. A coleta dos dados foi realizada no período de julho de 2015 a julho de 2016, por meio da aplicação dos instrumentos de perfil sociodemográfico dos sujeitos, perfil clínico, questões relacionadas a estigma, avaliação neurológica simplificada, Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), escala SALSA e Participação Social. A análise dos dados iniciará pela caracterização do perfil sociodemográfico, clínico e será realizada por meio de técnicas descritivas (medidas de tendência central e variabilidade). Para determinação da prevalência de TMC será utilizado, como ponto de corte, escores com valores > 7.A associação estatística entre TMC, dados clínicos, limitação de atividade física e participação social será realizada inicialmente, por meio de análise bivariada. Aquelas variáveis significativas ao nível de p <0,20 na análise bivariada entrarão no modelo multivariado, por meio de regressão logística.  


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALBERTO NOVAES RAMOS JÚNIOR - UFC
Interno - 1167726 - CLAUDETE FERREIRA DE SOUZA MONTEIRO
Externo à Instituição - CLODIS MARIA TAVARES - UFAL
Interno - 7422147 - LIDYA TOLSTENKO NOGUEIRA
Interno - 2221112 - MARCIA ASTRES FERNANDES
Externo ao Programa - 2583935 - OLIVIA DIAS DE ARAUJO
Presidente - 1167764 - TELMA MARIA EVANGELISTA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 30/04/2020 08:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 05:47