Notícias

Banca de DEFESA: RAQUEL VILANOVA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAQUEL VILANOVA ARAUJO
DATA: 27/10/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: O EFEITO DA MEDITAÇÃO NO NÍVEL DE DISTRESS E ANSIEDADE DE MULHERES COM NEOPLASIA MAMÁRIA: ESTUDO CLÍNICO RANDOMIZADO
PALAVRAS-CHAVES: Neoplasias da mama. Meditação. Estresse psicológico. Ansiedade. Enfermagem.
PÁGINAS: 133
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

A Meditação, é uma das Práticas Integrativas e Complementares - PICs que vem sendo usada na oncologia com a finalidade de ajudar no enfrentamento da doença e no gerenciamento das emoções como distress e ansiedade, comuns em pacientes oncológicos, em especial nas mulheres com câncer de mama que precisam lidar com sentimentos difíceis de serem administrados, como o estigma social, preconceito, vergonha e medo da morte. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da meditação no nível de distress e ansiedade de mulheres com neoplasia mamária. Trata-se de um estudo experimental, do tipo Ensaio Clínico Controlado Randomizado (ECR), com Grupo Intervenção (GI) - Meditação e o Grupo Controle (GC)-Atividades Educativas. O estudo foi desenvolvido seguindo as recomendações do Consolidated Standards of Reposting Trial (CONSORT) para Intervenções não-farmacológicas e realizado na Unidade de alta complexidade em oncologia (Unacon) do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí entre fevereiro a dezembro de 2019, com 50 mulheres (GI=25 e GC=25) e seguimento de quatro semanas. O distress foi avaliado com Termômetro de distress e a ansiedade com a escala Hospitalar de ansiedade, no início e final do seguimento. A pressão arterial sistólica e diastólica, frequência cardíaca e oximetria de pulso, foram mensuradas ao início e termino de cada intervenção. Para avaliar a melhoria dos níveis de distress e ansiedade foi utilizado o teste t pareado e o teste de Wilcoxon. A avaliação dos desfechos, foi utilizado análise de covariância e regressão múltipla. Verificou-se homogeneidade nos grupos em relação as variáveis quantitativa “idade”, e as variáveis qualitativas “procedência, raça, estado civil, escolaridade, ocupação, renda familiar. A média de idade das participantes foi de 47 (40,8-56) anos. A maioria das participantes era branca Md 36(72%), com companheiro Md 27 (54,0%), alta escolaridade Md 38(76,0%), ocupação remunerada Md 32 (64,0%), renda mensal de até um (SM) Md 33 (66,0%), católicas Md 36 (72,0%), não praticavam atividade física,38 (76,0) 20 (80,0)(GI), estavam com sobrepeso 18 (72,0) (GC) 22 (44,0) 12 (48,0)(GI) e 10 (40,0) (GC), não realizaram cirurgia na mama 43 (86,0) 22(88,0) (GI) e 21(84,0) (GC). fizeram quimioterapia 48(96,0) 23(92,0) (GI) e 25(110) (GC), não tinham metástase 43(86,0) 21(84,0)(GI) e 22(88,0)(GC) e estavam em tratamento neoadjuvante 37(74,0) 18(72,0) (GI) e 19(76,0) (GC), (52%) tiveram estadiamento inicial do câncer de mama (IA e IIB) e (48%) estadiamento avançado (IIIA e IV). Verificou-se melhora estatisticamente significativa (p=0,002) do nível de Distress e ansiedade no (GI) pós-intervenção e dos sintomas relacionados. Verificouse significância estatística forte (P<0,001) na redução dos valores da (PAS), (PAD), (FC) e (SPO2) na última intervenção do (GI). No (GC). Observou-se efeito da Meditação Rajayoga na redução do nível de Distress e ansiedade de mulheres com câncer de mama durante o tratamento quimioterápico. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA MARIA DE ALMEIDA - UFPB
Presidente - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Externo à Instituição - LUCIANA PUCHALSKI KALINKE - UFPR
Externo ao Programa - 1792692 - LUIZ AYRTON SANTOS JUNIOR
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Externo ao Programa - 371651 - MARIA ANTONIETA RUBIO TYRRELL
Externo ao Programa - 423325 - VIRIATO CAMPELO
Notícia cadastrada em: 09/10/2020 09:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 01:47