Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SOCORRO ADRIANA DE SOUSA MENESES BRANDÃO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SOCORRO ADRIANA DE SOUSA MENESES BRANDÃO
DATA: 30/11/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: INFECÇÃO LATENTE PELO MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
PALAVRAS-CHAVES: Pessoal de Saúde, Tuberculose Latente e Atenção Primária à Saúde
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e transmissível, causada pelo Mycobacterium tuberculosis, que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas. Sua transmissão é aérea: ocorre a partir da inalação de aerossóis oriundos das vias aéreas, expelidos pela tosse, espirro ou fala de doentes com tuberculose pulmonar ou laríngea. Somente pessoas com essas formas de tuberculose ativa transmitem a doença. O programa de controle da tuberculose deve permitir a promoção de atividades educacionais, além de ofertar os equipamentos de proteção individual. Estudo indica a importância e necessidade da triagem periódica para a ILTB e da prevenção a partir de políticas eficazes de biossegurança. Objetivo: o estudo tem como objetivo analisar a ocorrência e fatores associados à infecção latente tuberculosa entre profissionais de saúde de nível superior e de nível médio da atenção primária à saúde. Métodos: estudo epidemiológico observacional analítico. Será realizado nas Unidades de Estratégias de Saúde da Família do município de Teresina. Participarão profissionais de saúde de nível superior e médio da atenção primária à saúde, que compõem a equipe mínima da estratégia saúde da família. Utilizar-se-á a amostragemdo tipo estratificada proporcional. Adotando-se uma prevalência de infecção tuberculosa de 20% entre os profissionais de saúde, uma vez que, na literatura, essa taxa variou de 10% a 40% , intervalo de confiança de 95% e erro de 5%, a amostra resultou em 245 participantes. Aplicando-se uma taxa de 10% para recomposição da amostra, presumindo- se perdas durante a pesquisa tem-se a amostra final de 270 participantes, dos quais 78 de nível superior e 192 de nível médio, todas as regionais de saúde da fundação municipal de saúde participarão. As unidades de saúde serão aleatoriamente selecionadas, até atingir o quantitativo planejado de profissionais por regional, mantendo-se uma distribuição proporcional. A randomização das unidades básicas será feita com o uso do Software R, versão 3.4.0. Será aplicado o instrumento de triagem, o qual contém com perguntas sobre a história pregressa e atual de tuberculose ativa. Estes dados irão nortear o critério de exclusão. Em seguida, realizar-se-á a prova tuberculínica para avaliar a reação ao teste, será utilizado o antígeno PPD RT23 2UT/0.1ml (State Serum Institute, Copenhagen injetado por via intradérmica na dose de 0,1 ml no terço médio da face anterior do antebraço esquerdo. Para a leitura, será medido o maior diâmetro transverso da área de enduração palpável, estabelecendo-se um ponto de corte positivo de 10 mm de enduração na leitura feita após 72 horas e com grau de concordância de leitura de 95%.Nos profissionais de saúde em que a leitura for menor a 10mm avaliaremos o efeito booster com nova aplicação de tuberculina após uma a três semanas da primeira PT. Os dados serão digitados em banco editado e analisados com a utilização do aplicativo Statistical Package forthe Social Science (SPSS), versão 22.0. Após a checagem e limpeza do banco de dados, serão realizadas análises univariadas, por meio de estatísticas descritivas simples com distribuição de frequências absolutas, percentuais simples e medidas de posição. O teste de Kolmogorov-Smirnov será aplicado nas variáveis numéricas contínuas para verificação do pressuposto de normalidade. Para determinar a frequência da ILTB e os fatores associados ao mesmo, serão utilizadas estatísticas descritivas (proporções) e inferenciais.  


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Interno - 7422147 - LIDYA TOLSTENKO NOGUEIRA
Externo à Instituição - REGINA CÉLIA GOLLLNER ZEITOUNE - UFRJ
Presidente - 1167764 - TELMA MARIA EVANGELISTA DE ARAUJO
Externo ao Programa - 423325 - VIRIATO CAMPELO
Notícia cadastrada em: 09/11/2020 14:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 01:17