Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCA DAS CHAGAS SHEYLA ALMEIDA GOMES BRAGA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCA DAS CHAGAS SHEYLA ALMEIDA GOMES BRAGA
DATA: 09/02/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: VALIDAÇÃO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS SOBRE INCONTINÊNCIA URINÁRIA PARA ADULTOS
PALAVRAS-CHAVES: Incontinência urinária. Enfermagem. Estomaterapia. Tecnologia Educacional. Adulto. Idoso.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A incontinência urinária (IU) é definida, pela International Continence Society (ICS), como a perda involuntária de urina. OBJETIVO: Validar História em Quadrinhos para adultos sobre incontinência urinária. MÉTODO: Estudo metodológico para construção da História em Quadrinhos (HQ), realizada em três etapas: pré-produção, produção e pós-produção. A coleta de dados foi em dois momentos: primeiro com os juízes especialistas por e-mail e/ou WhatsApp, o segundo em Hospital Universitário (HU), em Teresina- PI, com o público-alvo. Foram utilizados três instrumentos validados na literatura. A validade de conteúdo e aparência por enfermeiros estomaterapeutas com expertise na área de incontinência urinária. A validação da adequabilidade por juízes com formação em design gráficos e/ou marketing, e a validação da aparência e compreensão com o público-alvo, usuários atendidos em ambulatório de ginecologia e urologia de HU. A amostra foi constituída de 24 juízes e 60 participantes da população-meta. O processo de seleção dos juízes se deu por amostragem do tipo “bola de neve”. A seleção da amostra da população-meta se dará por conveniência, terá como critérios de inclusão: homens e mulheres que estejam aguardando consulta nas especialidades supracitadas, com idade a partir de 18 anos no momento da entrevista, e de exclusão: pessoas com deficiência cognitiva que inviabilize responder ao questionário. Os juízes foram classificados quanto aos critérios de expertise de Benner, Tanner e Chesla. Para a análise utilizou-se o Alfa de Cronbach, o índice de validade de conteúdo, e o teste binomial para verifica se a proporção de concordância foi, estatisticamente, igual ou superior ao ponto de corte estabelecido de 0,80. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa com o parecer de número: 5.027.844. RESULTADOS: Na validação do conteúdo educacional e aparência obteve-se respostas, adequada e parcialmente adequada de no mínimo 88,3% dos juízes. Consolidados os índices de concordância (IC) entre os juízes variou de 88,2% a 100%, foi obtido Alfa de Cronbach igual a 0,945. Na validação da adequabilidade o cálculo do índice atingiu 95% de adequação no total, classificando-se como superior. CONCLUSÃO: A participação dos juízes de conteúdo, aparência e adequação foi fundamental para o aprimoramento da tecnologia. O percentual de concordância entre os avaliadores atingiu valores satisfatórios para a finalização do material educativo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3584252 - CLAUDIA DANIELLA AVELINO VASCONCELOS BENICIO
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Presidente - 1655148 - GRAZIELLE ROBERTA FREITAS DA SILVA
Externo à Instituição - SANDRA MARINA GONÇALVES BEZERRA - UESPI
Notícia cadastrada em: 08/02/2022 14:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 03:53