Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NERIS VIOLETA GONZÁLEZ PÉREZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NERIS VIOLETA GONZÁLEZ PÉREZ
DATA: 09/06/2022
HORA: 16:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO PARA A PANDEMIA COVID-19 NO URUGUAI
PALAVRAS-CHAVES: Estratégias; locais; adaptação; pandemia; infecções por coronavírus; Uruguai
PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Em dezembro de 2019, na cidade de Wuhan, Hubei, China, o primeiro caso da doença coronavírus, COVID19 (Doença coronavírus, 2019), com transmissão comunitária sustentada e exponencial, surge de um surto, sendo declarado pandemia em março de 2020 pela Organização Mundial da Saúde. O primeiro caso na região das Américas ocorreu nos Estados Unidos em 20 de janeiro de 2020, o Brasil registrou o primeiro caso na América Latina e caribe em 26 de fevereiro de 2020, e no Uruguai, em 13 de março de 2020. A partir desse mesmo dia, o Uruguai declara emergência nacional de saúde e começa a traçar e implementar estratégias políticas, sociais e de enfrentamento à saúde. Os objetivos deste trabalho são; Descrever a Orientação Estratégica em Saúde desenvolvida pelo grupo científico para o governo nacional no contexto da pandemia Covid-19 no Uruguai; Discutir decretos, portarias, medidas provisórias e toda a legislação para combater a pandemia covid-19 no Uruguai; Articular a Orientação Estratégica e a legislação para combater a pandemia covid-19 no Uruguai, com: níveis de alerta segundo a Organização Mundial da Saúde - OMS; assistência à população; imunização; procedimentos para diagnóstico laboratorial; vigilância em saúde para reduzir os riscos da disseminação do Covid-19; a epidemiologia da infecção humana pelo Covid19 e as estratégias integradas adotadas no campo da Saúde Pública no País; Analisar como as estratégias para lidar com a pandemia COVID-19 no Uruguai influenciaram os resultados: incidência de casos, óbitos e recuperações na rede de saúde do país. Método: Trata-se de uma investigação documental realizada através da consulta de documentos oficiais. Como fonte dos dados estarão os documentos digitais que aparecem nos sites oficiais. Documentos de órgãos governamentais, ministérios, atos parlamentares, resoluções executivas e legislativas serão utilizados para rever estratégias políticas e documentos utilizados no Grupo Consultivo Científico (GACH) como um todo para analisar estratégias de saúde. Os dados da Divisão Epidemiológica serão utilizados para analisar como as estratégias influenciaram os desfechos: incidência de casos, óbitos e recuperações. Para a análise dos conteúdos, de tipo descritivointerpretativo, propõem-se as seguintes etapas: a) seleção da comunicação a ser estudada b) seleção das categorias a serem utilizadas e criação de subcategorias) seleção das unidades de análise c) Categorização emergente e estruturada no campo descritivo das subcategorias d) seleção do sistema de contagem ou medição e) mapeamento de conexões entre categorias e elaboração textual f) Análise da identificação das relações entre subcategorias ou dimensões. O projeto será apresentado ao Comitê de Ética em Pesquisa do Uruguai de acordo com os requisitos do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade Federal do Piauí-UFPI. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Externo à Instituição - ARACELY DÍAZ OVIEDO - UASLP
Interno - 1581960 - DANIELA REIS JOAQUIM DE FREITAS
Externo à Instituição - FLOR MARLENE LUNA VICTORIA MORI - UNITRU
Presidente - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Interno - 2279875 - ODINÉA MARIA AMORIM BATISTA
Interno - 1167764 - TELMA MARIA EVANGELISTA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 06/06/2022 15:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 30/09/2022 10:05