Notícias

Banca de DEFESA: CLEIDIANE VIEIRA SOARES CABRAL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLEIDIANE VIEIRA SOARES CABRAL
DATA: 20/07/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SOBRE A SAÚDE MENTAL DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19
PALAVRAS-CHAVES: profissionais de enfermagem; saúde mental; pandemia. Coronavírus
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: A pandemia da COVID-19 ocasionou elevadas taxas de morbidade e mortalidade mundialmente, afetando a população geral e os profissionais da saúde, dentre eles os trabalhadores de enfermagem. O cenário pandêmico exige dos profissionais um elevado esforço físico e emocional à frente da assistência, ficando mais vulneráveis aos impactos psicológicos, acarretando assim problemas de saúde mental. Objetivo: Analisar a dinâmica das evidências científicas sobre a saúde mental de profissionais de Enfermagem no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil. Método: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, a partir do mnemônico PICo. A busca de dados ocorreu de janeiro a fevereiro de 2022, no interstício 2020-2021, nas bases de dados Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS); Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE); Web of Science; Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL); e, Base de Dados de Enfermagem (BDENF). Utilizou-se os seguintes descritores controlados: (Enfermeiras e Enfermeiros, Enfermagem, Assistentes de enfermagem; Saúde Mental; Infecções por Coronavírus, COVID-19 e SARS-CoV-2) seus respectivos indexados no Medical Subject Headings (MeSH) e Títulos CINAHL; e descritores não-controlados: (Técnicos de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Covid-19) e seus equivalentes em inglês, os quais foram cruzados entre si pelos operadores OR e/ou AND. Foram incluídos os artigos primários que apresentaram a saúde mental de profissionais de Enfermagem no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil em qualquer idioma. Os critérios de exclusão foram: monografias, dissertações, teses, editoriais, relatórios, artigos de revisão e artigos de jornal. Na análise dos dados utilizou-se as fases de redução de dados, exibição de dados, comparação de dados, desenho e verificação da conclusão. A apresentação dos dados foi a partir de quadros, gráficos e categorias. Resultados: Dos 224 estudos encontrados, 14 compuseram a amostra desta revisão. Os artigos publicados estavam nos idiomas inglês e português, sendo a maioria em inglês, além disso, o ano com maior número de publicações foi 2021. A maioria estava indexada em revistas da área de saúde, com predominância do periódico Revista Brasileira de Enfermagem e Escola Anna Nery. Os estudos foram agrupados e, posteriormente discutidos, a partir de três categorias. Conclusão: As evidências científicas sobre a temática revelaram que a exposição dos profissionais de enfermagem tem sugerido um impacto negativo na sua saúde mental. A produção científica foi vasta e heterogênea, cujos aspectos mais discutidos pelos autores foram: a elevada prevalência de sofrimento mental, fatores de risco e de proteção para a saúde mental, como os individuais, coletivos e institucionais e, medidas preventivas de apoio e promoção da saúde mental, ofertadas pelos serviços de saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 1581960 - DANIELA REIS JOAQUIM DE FREITAS
Interno - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Notícia cadastrada em: 15/07/2022 10:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 05/10/2022 00:11