Notícias

Banca de DEFESA: NISLEIDE VANESSA PEREIRA DAS NEVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NISLEIDE VANESSA PEREIRA DAS NEVES
DATA: 27/11/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA PANDEMIA DA COVID-19 ELABORADA S POR CLIENTES ONCOLÓGICOS
PALAVRAS-CHAVES: Oncologia; Representações Sociais; COVID-19; Pandemia
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: O homem como um ser sócio-histórico em sua relação com a natureza, suas ações e atitudes estão constantemente permeadas pelas relações sociais estabelecidas em determinado contexto. A pandemia da COVID-19, como objeto social, constituiu o foco deste estudo pelo seu impacto na sociedade. Objetivos: Caracterizar os sujeitos da pesquisa quanto aos aspectos sociodemográficos e clínicos, apreender as representações sociais elaboradas por clientes oncológicos sobre a pandemia da COVID-19 e analisar como as representações sociais elaboradas por clientes oncológicos influenciam na vulnerabilidade e adoecimento causado pelo SARS-CoV-2. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratória, de abordagem qualitativa, com base na Teoria das Representações Sociais realizada em um hospital filantrópico, localizado na cidade de Teresina-PI. Os dados foram produzidos por meio de um roteiro de entrevista semiestruturado, no período de agosto a setembro de 2021. Participaram da pesquisa 20 clientes oncológicos, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 18 anos, que estavam realizando tratamento oncológico na instituição. O processamento dos dados foi desenvolvido por meio do software IRaMuTeQ e analisados pela Classificação Hierárquica Descendente (CHD). A comunicação dos resultados do estudo obedeceu às diretrizes para relatórios de projetos de pesquisa de natureza qualitativa disponível no Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa de acordo n° parecer: 4.718.165. Resultados: A Teoria das Representações Sociais aplicada na pesquisa sobre o fenômeno da pandemia da COVID-19 possibilitou edificação de conceitos, explicações e afirmações que se originam no cotidiano através das comunicações interindividuais e do conhecimento socialmente elaborado e compartilhado. Os resultados foram apresentados por meio da nuvem de palavras que mostrou a COVID-19 como um desafio para os clientes oncológicos que necessitam adotarem as medidas de prevenção, como o distanciamento social, o uso de máscara, álcool gel e também precisam sair de casa para continuar o tratamento oncológico nas instituições de saúde. A partir do Dendograma foram apresentadas as cinco classes e suas descrições, a saber: 1. Mudanças ocorridas após início da pandemia da COVID-19; 2. Dificuldades encontradas pelos clientes oncológicos com o início da pandemia da COVID-19; 5. Medo da infecção por SARS-CoV-2 e a pandemia COVID-19; 3. Medidas de prevenção da pandemia da COVID-19, como a classe mais significativa; 4. Conhecimento dos clientes oncológicos acerca da pandemia da COVID-19. Conclusão: Os aspectos psicossociológicos envolvidos na pandemia da COVID-19, que considera a vivência dos clientes oncológicos, enquanto fenômenos de produção e organização de conhecimentos de sujeitos sociais possibilitou o entendimento da pandemia na interface dos condicionantes psicológicos, sócio-culturais e psicossociais, mostrando que a pandemia da COVID-19 impactou a vida dos clientes oncológicos pela vulnerabilidade e adoecimento e trouxe consequências acerca das relações sociais, mudanças na qualidade de vida e no enfrentamento do câncer. Palavras-chave: 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDERSON REIS DE SOUSA - UFBA
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 1581960 - DANIELA REIS JOAQUIM DE FREITAS
Presidente - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Notícia cadastrada em: 16/11/2022 08:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 18/05/2024 20:36