Notícias

Banca de DEFESA: NATALIA MARIA FREITAS E SILVA MAIA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NATALIA MARIA FREITAS E SILVA MAIA
DATA: 13/12/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Remotamente
TÍTULO: CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE APLICATIVO MÓVEL SOBRE HISTÓRIA DAS ENTIDADES DE CLASSE DA ENFERMAGEM BRASILEIRA
PALAVRAS-CHAVES: Aplicativos móveis; Tecnologia Educacional; História da Enfermagem; Organizações de Normalização Profissional; Enfermagem
PÁGINAS: 126
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: A aprendizagem sobre as entidades de classe da enfermagem brasileira e sua história torna-se importante no percurso formativo do enfermeiro ao favorecer a construção da identidade profissional, bem como o resgate das lutas e das conquistas de espaço da profissão pelas lideranças da enfermagem. Nesse contexto, os aplicativos móveis sobre as entidades podem se constituir como recurso tecnológico para o ensino-aprendizagem de enfermagem. Estes aplicativos favorecem o protagonismo do aluno e podem facilitar a aprendizagem por ir ao encontro de uma geração fortemente conectada ao mundo digital. Objetivo: construir e validar um aplicativo móvel para apoiar o processo de ensino e aprendizagem sobre a história das entidades de classes da enfermagem brasileira. Métodos: Trata-se de estudo multimétodos, desenvolvido em 3 etapas, com aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí (nº de protocolo 4.218.772). Na primeira etapa, dois estudos de revisão integrativa foram realizados. Um estudo abordou as tecnologias educacionais para o ensino de história da Enfermagem e o outro as contribuições das entidades de classe para profissionalização da enfermagem à luz das concepções freidsonianas. Na segunda etapa, estudo exploratório-descritivo foi desenvolvido para caraterização dos estudantes de Enfermagem, da proficiência digital e da aprendizagem sobre a história das entidades de classe da enfermagem brasileira. Na terceira etapa, estudo metodológico foi realizado para construção e validação de conteúdo de um aplicativo móvel para apoiar o ensino e aprendizagem sobre a história das entidades de classe da enfermagem brasileira. Resultados: O estudo de revisão sobre as tecnologias educacionais identificou uma lacuna quanto ao uso de aplicativos móveis como recurso tecnológico no ensino de história da enfermagem. A revisão integrativa sobre as contribuições das entidades de classe para profissionalização da enfermagem possibilitou delinear o conteúdo e auxiliar a fase exploratória de dados, que deu suporte e subsidiou estruturação do aplicativo. No estudo exploratório-descritivo, os estudantes são em sua maioria (83,9%) do sexo feminino, com média de idade de 20 anos, (55,4%) pardos, (94,6%) que não trabalham, (92,9%) de baixa renda e (73,2%) que residem com pais. Quanto à proficiência digital básica (PDB), o grau médio foi considerado baixo (3,43). Os conteúdos elencados acerca das entidades de classe foram considerados imprescindíveis e muito importante. Diante desses resultados, o aplicativo móvel Enfentidades foi construído e validado seu conteúdo quanto aos objetivos, a estrutura/apresentação e a relevância, por um conjunto de sete especialistas. Conclusão: O Enfentidades representa uma experiencia pioneira para o ensino de história das entidades de classe da enfermagem, uma vez que não se observou na literatura a produção de tecnologia móvel com essa finalidade. Desse modo, é um recurso tecnológico que possibilita aos estudantes de enfermagem a modalidade de ensino-aprendizagem chamada m-learning.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2334938 - ANA MARIA RIBEIRO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 2499589 - CHRYSTIANY PLÁCIDO DE BRITO VIEIRA
Externo à Instituição - FERNANDA BATISTA OLIVEIRA SANTOS - UFMG
Interno - 2335983 - MARCIA TELES DE OLIVEIRA GOUVEIA
Interno - 2785298 - MARIA AUGUSTA ROCHA BEZERRA
Externo à Instituição - PACITA GEOVANA GAMA DE SOUSA APERIBENSE - UFRJ
Interno - 2364966 - ROSILANE DE LIMA BRITO MAGALHAES
Notícia cadastrada em: 21/11/2022 11:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 22/05/2024 05:51