Notícias

Banca de DEFESA: ANA RAQUEL BATISTA DE CARVALHO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA RAQUEL BATISTA DE CARVALHO
DATA: 23/11/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: COINFECÇÃO MICROBIANA E DESFECHO DE PACIENTES INTERNADOS COM SARS-CoV-2
PALAVRAS-CHAVES: COVID-19. Infecções por Coronavírus. Infecção Hospitalar
PÁGINAS: 101
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: O surgimento da síndrome infecciosa ocasionada pelo coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (SARS-CoV-2) e sua disseminação se tornou um grande desafio mundial. Em pacientes com infecção por COVID-19, observa-se o número expressivo daqueles que necessitam de internação em das Unidades de Terapias Intensivas (UTI), bem como do uso de ventilação mecânica. Associado a esse quadro, verifica-se também o aumento do acometimento de pacientes por infecções por Staphylococus aureus nesse ambiente, sendo que estas trazem um maior agravamento em relação ao desfecho clínico dos pacientes. Objetivo: Analisar as características clínicas, a ocorrência de coinfecção e o desfecho de pacientes com a COVID-19. Metodologia: Trata-se de um estudo epidemiológico, analítico do tipo caso-controle, realizado de maneira retrospectiva, que será reportado de acordo com a declaração da iniciativa Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE). O estudo foi realizado em um hospital universitário localizado na região nordeste do Brasil. Pacientes adultos (≥18 anos), de ambos os sexos admitidos no hospital, no período de 15 de março de 2020 (data do primeiro caso de COVID-19 em Teresina) a 31 de dezembro de 2021, diagnosticados com COVID-19, qualificaram-se para inclusão neste estudo. Ressalta-se que foram excluídos desta pesquisa os pacientes que não apresentem informações confirmando o diagnóstico e os pacientes que não possuam o desfecho nos seus prontuários. Todos os dados foram coletados dos prontuários eletrônicos presentes no sistema do referido hospital. A coleta foi realizada com o auxílio de um formulário, subdivido em cinco partes. Os dados coletados foram submetidos à codificação apropriada e digitados em banco de dados, mediante a elaboração de um dicionário (code book) utilizando o Software Microsoft Excel. Por conseguinte, o banco de dados será submetido ao processo de validação por dupla digitação e, posteriormente, exportados para o Statistical Package for the Social Sciense (SPSS) para a realização da análise estatística. A significância estatística será definida como erro tipo I menor que 0,05 (p<0,05). Algumas associações de interesse serão verificadas utilizando o teste qui-quadrado e Teste Exato de Fisher, adotando o nível de significância de p<0,05. Além disso será verificada associações por meio de análise multivariada com Odds Ratio. Os resultados serão apresentados por meio de tabelas e gráficos, com objetivo de facilitar a interpretação. Destaca-se que todos os pontos éticos citados na Resolução de nº 466 de 2012 do Conselho Nacional em Saúde, que regulamenta pesquisa envolvendo seres humanos, foram seguidos. Resultados: Foram identificados 1.023 registros no ano de 2020, e 853 registros no ano de 2021, foram aplicados os critérios de inclusão e exclusão, e posteriormente foi realizado o cálculo estatístico onde foram selecionados 413 prontuários com teste de PCR positivos para COVID-19.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2792239 - ANDREIA RODRIGUES MOURA DA COSTA VALLE
Interno - 1581960 - DANIELA REIS JOAQUIM DE FREITAS
Externo ao Programa - 007.910.532-70 - JEFFERSON ABRAÃO CAETANO LIRA - UFPI
Externo à Instituição - KELLY MYRIAM JIMENEZ DE ALIAGA - UNACH
Presidente - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Interno - 2279875 - ODINÉA MARIA AMORIM BATISTA
Externo à Instituição - SIMONE MARIA MUNIZ DA SILVA BEZERRA - UPE
Notícia cadastrada em: 08/11/2023 15:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 19/05/2024 17:38