Notícias

Banca de DEFESA: ROGÉRIO EPOLUA CHISSAMBA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROGÉRIO EPOLUA CHISSAMBA
DATA: 15/02/2024
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório PPGEnf
TÍTULO: INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE: Percepção de Profissionais de Enfermagem em Kuito - Angola
PALAVRAS-CHAVES: Infecções Hospitalar; Percepção; Enfermagem
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Introdução: As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde - IRAS aumentam a morbimortalidade e os custos, especialmente em países subdesenvolvidos como Angola. A equipe de enfermagem desempenha papel vital na prevenção e controle das infecções em serviços de saúde, requerendo ações urgentes para enfrentar esse desafio. Objetivo: caracterizar os participantes do estudo quanto aos aspectos sociodemográficos; descrever a percepção dos profissionais de Enfermagem sobre as de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde; compreender como a percepção dos profissionais de Enfermagem influenciam na prevenção e controle das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde. Metodologia: Estudo exploratório, de abordagem qualitativo, realizado em um dos Hospitais do Cidade do Kuito-Bié em Angola, com 20 enfermeiros e 10 técnicos de Enfermagem, de ambos os sexos. Os dados foram produzidos no mês de setembro de 2023, por meio de um roteiro de entrevista semiestruturado, processados no software IRaMuTeQ e analisados pela Classificação Hierárquica Descendente. A comunicação dos resultados do estudo obedeceu às diretrizes para relatórios de pesquisa de natureza qualitativa disponível no Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética do Ministério da saúde de Angola com o n° parecer: 36/ C.E.M.S/2023. Resultados: Os resultados do estudo foram apresentados em seis classes semânticas, a saber: Classe 4 - Assistência de Enfermagem no Controle das IRAS; Classe 5 - Jornada de Trabalho dos profissionais de Enfermagem; Classe 1 - Medidas de Precaução Padrão para o Controle das IRAS; Classe 2 - Condições de trabalho e escassez de materiais; Classe 3 - Pouco conhecimento dos profissionais relacionado às IRAS; Classe 6- Falta de uma Política de Prevenção e Controle das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde. Conforme o Dendograma, a relação entre as Classes revelou que os profissionais de Enfermagem de Kuito – Angola percebem as IRAS associadas a qualidade da assistência de Enfermagem prestada com a adoção das precauções padrão e medidas de prevenção de infecção, dependente das condições e jornada de trabalho oferecidas. O pouco conhecimento dos profissionais de Enfermagem para a prevenção e controle de infecções em serviços de saúde pode estar relacionado com a escassez de conteúdos, relacionados ao tema, na formação desses profissionais e a falta de uma política pública nacional para a prevenção e controle de infecções. Conclusão: Os profissionais de Enfermagem percebem as IRAS como um parâmetro para a assistência de Enfermagem de qualidade e apontam a necessidade da instalação de uma política pública Nacional em Angola, para a vigilância epidemiológica de infecção nos serviços de saúde, com a observação sistemática e contínua de sua ocorrência e de sua distribuição entre pacientes e dos eventos e condições que afetam o risco de sua ocorrência, com vistas à execução oportuna das ações de prevenção e controle.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167658 - MARIA ELIETE BATISTA MOURA
Interno - 1888794 - JOSE WICTO PEREIRA BORGES
Externo ao Programa - 007.910.532-70 - JEFFERSON ABRAÃO CAETANO LIRA - UFPI
Externo à Instituição - ALFREDO MALENGUE SACHAMA - UAN
Notícia cadastrada em: 09/02/2024 14:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/05/2024 05:19