Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LIDYANE RODRIGUES OLIVEIRA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIDYANE RODRIGUES OLIVEIRA SANTOS
DATA: 20/01/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Prédio do PPGEnf
TÍTULO:

O cuidado baseado na análise de protocolos de avaliação de risco para úlcera por pressão


PALAVRAS-CHAVES:

ulcera por pressão, escalas; medição de risco; enfermagem


PÁGINAS: 87
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

A prevenção e o tratamento da ulcera por pressão tem sido foco de investigação na pesquisa em saúde devido a sua alta incidência e prevalência nos serviços assistenciais. Esse grave problema clínico de saúde pública é relevante para a enfermagem, uma vez que a sua ocorrência se destaca como um indicador negativo para a qualidade do cuidado. Na unidade de terapia intensiva essa questão é ainda mais preocupante, visto a probabilidade de desenvolver ser aumentada se comparada com outras unidades, por se tratar de pacientes críticos e pelos fatores de risco que apresentam. O presente estudo teve como objetivo realizar uma análise comparativa entre escalas de Cubbin e Jackson e Waterlow em pacientes de terapia intensiva e objetivos específicos, aplicar as escalas de Cubbin e Jackson e Waterlow em pacientes de terapia intensiva,discutir a utilização da escala de risco para ulcera por pressão como indicador de qualidade na assistência de enfermagem e comparar e identificar a especificidade e sensibilidade das escalas de Cubbin e Jackson e Waterlow com relação ao surgimento de ulceras por pressão. Trata-se de uma pesquisa pesquisa aplicada, de natureza analítica, de abordagem quantitativa, de desenvolvimento transversal aprovada pelas instituições e pelo Comitê de Ètica em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí sob o protocolo nº 22191113.5.0000.5214.A coleta de dados ocorreu no período de fevereiro a abril de 2014 utilizando um formulário contendo dados sócio-demográficos e dados clínicos e as escalas supracitadas e posteriormente tabuladas e analisadas no SPSS. Os resultados evidenciaram que dos 108 participantes, 28 desenvolveram ulcera por pressão, 60,7% sexo masculino, com media de idade de 52 anos, 60,7% cor parda, 89,3% com Índice de Massa Corpórea considerada eutrófica, 21,4% provenientes de Teresina, 11 tiveram associados hipertensão e diabetes melitus com tempo médio de internação de 30,4 dias e de surgimento de ulcera por pressão de 17,1 dias. 82,14% apresentou única ulcera com maior prevalência na região sacral 54,2%, 60,7% faziam uso de antitrombolíticos, 59,6% faziam uso de antibióticos, 67,9% tiveram como causa de internação causas cardiovasculares e respiratórias. A escala de waterlow apresentou 100% de sensibilidade, 8,7% de especificidade, 27,7% de valor preditivo positivo e 100% de valor preditivo negativo. A escala de Cubbin&Jackson 68% de sensibilidade, 61,2% de especificidade, 38% de valor preditivo positivo e 84% de valor preditivo negativo. Ambas as escalas são efetivas para predizer risco de ulcera por pressão, no entanto, a escala de Cubbin&Jackson se mostra mais eficaz para pacientes críticos. A utilização de estratégias eficazes para prevenção devem ser amplamente divulgadas para a melhoria na qualidade da assistência.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Presidente - 286.892.753-04 - FERNANDA VALERIA SILVA DANTAS AVELINO - UFPI
Interno - 6422249 - MARIA HELENA BARROS ARAUJO LUZ
Externo à Instituição - NOEMI MARISA BRUNET ROGENSKI - USP
Notícia cadastrada em: 06/01/2015 11:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 04:27