Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TAMIRES BARRADAS CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAMIRES BARRADAS CAVALCANTE
DATA: 12/02/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reunião do PPGEnf
TÍTULO:

VALIDAÇÃO DE PROTOCOLO ASSISTENCIAL PARA PREVENÇÃO DE ÚLCERA POR PRESSÃO: UMA ABORDAGEM MULTIDIMENSIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

Úlcera por pressão. Protocolos. Enfermagem


PÁGINAS: 136
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

A prevenção da UP é considerada um desafio clínico frente à instabilidade hemodinâmica, imobilidade e nutrição limitada que aumentam o risco para o seu desenvolvimento. A criação de grupos especializados vinculados às instituições e serviços de saúde, bem como a elaboração de protocolos assistenciais para prevenção e tratamento das lesões tissulares atendem à busca constante dos profissionais de enfermagem pela qualificação da sua práxis. Este estudo tem como objetivo validar protocolo assistencial para prevenção de úlcera por pressão (UP). Estudo metodológico, aprovado sob Protocolo nº 742.354, desenvolvido em quatro fases: atualização do protocolo assistencial; tradução e adaptação transcultural (ATC); análise semântica (validação interna) e validação de conteúdo (validação externa). Após a atualização, nove itens de recomendações do protocolo foram incluídos e três reformulados ou ratificados, assim, este ficou composto por 36 itens. A tradução e retrotradução foi realizada por quatro tradutores brasileiros ou americanos, fluentes na Língua Portuguesa ou Inglesa. Na adaptação transcultural, a abreviação do termo “pressure ulcer” (PU) foi traduzida para úlcera por pressão (UP), e não para UPP; as palavras “healing” e “change position” foram traduzidas para “cura” e “mudança de posição”, entretanto, os termos “cicatrização” e “mudança de decúbito” foram mantidos por serem mais utilizados na realidade brasileira. A análise semântica consistiu de uma única roda de conversas composta por seis membros, em atmosfera de “brainstorming” dois efetivos do grupo de curativos, três aspirantes e um estagiário em iniciação das atividades no hospital em que o protocolo será utilizado. Alguns itens foram excluídos por não serem recomendações de prevenção e sim tratamento. Na análise de conteúdo, os seis experts participantes classificaram os itens segundo pertinência e compreensão verbal nas duas etapas da técnica Delphi. Somente os itens que não alcançaram o valor mínimo preconizado de IVC na Delphi 1 ou que tiveram alterações sugeridas foram modificados e novamente submetidos à análise na Delphi 2. Os itens 1, 3, 23, 25 e 27 atingiram IVC mínimo na etapa Delphi 2 no quesito pertinência, bem como o item 27 em compreensão verbal, em detrimento da etapa Delphi 1. O item quatro não atingiu os 0,80 de IVC em pertinência, justificando sua exclusão na versão final do protocolo. Os valores de kappa foram utilizados apenas para avaliar a representatividade dos itens com relação às suas categorias. O algoritmo teve modificações na inclusão de novas coberturas para prevenção de UP. Os procedimentos realizados neste estudo atingiram o objetivo de validar o protocolo para prevenção de UP baseado em evidências bem como foram importantes na sua construção e aperfeiçoamento, em todas as suas etapas. A validade interna do protocolo é considerada ao observar que a análise semântica foi realizada pelos Enfermeiros da instituição hospitalar em que ele será utilizado, e a externa pelo fato de os experts serem procedentes de quatro das cinco regiões brasileiras, ratificando que este poderá ser utilizado em qualquer instituição hospitalar do Brasil, com o objetivo de contribuir para a segurança do paciente e melhoria da qualidade da assistência de enfermagem


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1569033 - ELAINE CRISTINA CARVALHO MOURA
Interno - 1792859 - ELAINE MARIA LEITE RANGEL ANDRADE
Presidente - 6422249 - MARIA HELENA BARROS ARAUJO LUZ
Externo à Instituição - NOEMI MARISA BRUNET ROGENSKI - USP
Notícia cadastrada em: 28/01/2015 08:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 08:50