Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: YASMIM DE ANDRADE GOMES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: YASMIM DE ANDRADE GOMES
DATA: 16/12/2022
HORA: 13:30
LOCAL: meet.google.com/dwn-iucb-yxu
TÍTULO: EXERCÍCIO FÍSICO MODERADO E ANTAGONISTA P2X7 MELHORAM A DISMOTILIDADE GÁSTRICA E A CARDIOTOXICIDADE INDUZIDOS POR CISPLATINA EM RATOS
PALAVRAS-CHAVES: cisplatina, cardiotoxicidade, esvaziamento gástrico, ECG, exercício físico, BBG
PÁGINAS: 117
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A cisplatina possui efeitos adversos, como a disautonomia caracterizada pelo aumento da atividade simpática e a diminuição da atividade parassimpática, além disso, provoca consequências gastrintestinais como aumento na retenção gástrica. Nessa perspectiva, foi realizado exercício físico e o tratamento farmacológico, a fim de atenuar os efeitos adversos provocados pela cisplatina, e verificar o envolvimento da via purinérgica, através do receptor P2X7. OBJETIVO: Verificar a atividade elétrica do coração e Investigar mecanismos do efeito do antagonista purinérgico ligado ao receptor P2X7 sobre a dismotilidade gástrica e intestinal em ratos com cisplatina induzida. METODOLOGIA: Os animais foram submetidos a indução de dismotilidade gástrica com cisplatina (3mg/Kg), uma vez por semana durante cinco semanas administrada via intraperitoneal. Ao mesmo tempo, era realizado o treinamento físico de natação com sobrecarga de 5% do peso corporal durante cinco dias na semana. Após cinco semanas de abordagem farmacológica ou de exercício, foi avaliado a retenção gástrica, o trânsito gastrintestinal, frequência cardíaca, variabilidade da frequência cardíaca. RESULTADOS: O intervalo RR do grupo cisplatina aumentou significativamente (p <0,05) quando comparado ratos do grupo controle (Cis: 198,8 ± 12,01 s vs. Cont: 148,0 ± 3,42 s). A FC do grupo cisplatina diminuiu significativamente (Cis: 327,8 ± 17,74 bpm vs. Cont: 407,6 ± 9,382 bpm). Além disso, na retenção gástrica, houve um aumento significativo (p<0,05), dos animais tratados com cisplatina, comparado ao grupo controle (61,11 ± 4,1 % vs 33,07 ± 1,5 %), e foi atenuado pelo exercício físico (Cis: 61,11 ± 4,1 % vs Cis + Exer 5%: 32,6 ± 3,1 %). Esse efeito também foi prevenido pelo BBG (Cis: 61,1 ± 4,1 % vs cis + BBG: 44,43 ± 3,6 %). CONCLUSÃO: Há uma possível cardiotoxicidade pelo uso do quimioterápico, a qual foi prevenida pelo exercício físico. O brilhante blue G (BBG) quando associado ao tratamento com quimioterápico melhorou a taxa fracional de retenção gástrica de líquidos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2339084 - JOAO PAULO JACOB SABINO
Externo ao Programa - 3302639 - LUCIANO DA SILVA LOPES
Presidente - 2457259 - MOISES TOLENTINO BENTO DA SILVA
Notícia cadastrada em: 06/12/2022 09:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 20/07/2024 21:54