News

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUZIA FERREIRA CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUZIA FERREIRA CAVALCANTE
DATA: 30/05/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Video 1 - CCHL
TÍTULO:

AS TRANSFORMAÇÕES ESPACIAIS COM A INSTALAÇÃO DA SUZANO EM MATÕES E PARNARAMA (MA)


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Geografia regional, transformações socioespaciais, território.

 


PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

 

 

RESUMO

 

Esta pesquisa refere-se às transformações socioespaciais ocorridas em Matões (MA), Parnarama (MA) e Regeneração (PI). Pretende-se com essa pesquisa contribuir para a construção de conhecimento a respeito dos territórios de eucalipto formados nos municípios em estudo e como esses municípios estão recebendo e reagindo a algo novo no seu espaço. Assim, esse estudo visa analisar o processo territorial em consequência da organização socioespacial recente com a produção de eucalipto em Parnarama/MA, Matões/MA e Regeneração/PI que fazem parte do Meio Norte do Nordeste. Sabendo de todas essas características e levando em consideração a implantação da produção de eucalipto nos territórios do Piauí e Maranhão a  pesquisa parte do problema de que o processo de produção de eucalipto nos estados do Maranhão e Piauí trouxe consequências e influenciou para uma nova configuração territorial e socioespacial nos municípios estudados, constituindo-se de agentes que influenciaram nessas mudanças. Os objetivos específicos constituem-se em compreender o processo de espacialização da implantação da cultura do eucalipto na escala nacional e regional dando ênfase a configuração histórica e territorial; Caracterizar a produção do eucalipto no espaço regional Meio Norte resultante de ações de diferentes agentes (Estado, produtores, trabalhadores); Avaliar as mudanças socioespaciais ocorridas nos territórios de eucalipto formados nos municípios em estudo: Matões (MA), Parnarama/MA e Regeneração/PI; Diagnosticar os impactos dessas transformações nos territórios dos municípios em análise a partir de uma perspectiva integradora. A estrutura metodológica está dividida em duas etapas: método e técnica.  O método consiste no conhecimento dos conceitos de ciência, pesquisa e método na geografia regional, além do conceito fundamental referente ao tema: território. A técnica está estruturada nas seguintes partes: pesquisa bibliográfica e as pesquisas de campo com procedimentos de coleta de dados. Resultados preliminares da pesquisa revelam a existência de diversas transformações socioespaciais nos municípios em estudo. Isso verificado a partir das pesquisas bibliográficas e das visitas de campo e entrevistas já realizadas, tais como formação de um território pelos responsáveis  da produção, assim como outro território formado pela população com as invasões de terras, além da concentração fundiária e resistência do camponês e mudança da paisagem no espaço envolvido.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167728 - CARLOS SAIT PEREIRA DE ANDRADE
Interno - 423676 - ANTONIO CARDOSO FACANHA
Externo à Instituição - MANUELA NUNES LEAL - UESPI
Notícia cadastrada em: 20/05/2016 14:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 08:58