News

Banca de DEFESA: ALINE CAMILO BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE CAMILO BARBOSA
DATA: 21/02/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de vídeo 2 - CCHL
TÍTULO: A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE ESPAÇO GEOGRÁFICO PIAUIENSE PARTILHADA POR PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO MÉDIO
PALAVRAS-CHAVES: Professor de Geografia. Espaço geográfico. Representações Sociais. Piauí.
PÁGINAS: 129
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
ESPECIALIDADE: Geografia Urbana
RESUMO:

Apresentamos, neste texto, os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo analisar a representação social de espaço geográfico piauiense, partilhada pelos professores de Geografia do Ensino Médio das escolas públicas estaduais do município de Teresina-PI. Nossa hipótese inicial era que os professores, na construção de suas representações sociais, fazem uso de diversas fontes, não apenas a de origem científica. Esses profissionais são influenciados pela cultura vivenciada, sendo esta constituída de muitos referenciais como, por exemplo, os conteúdos dos materiais didáticos e a mídia. Assim, o conteúdo e a estrutura da Representação Social de espaço geográfico piauiense são permeados pelo conhecimento cotidiano, próximo do senso comum, e com baixa influência científica. Para esse estudo destacamos o conceito de espaço geográfico piauiense. Enfatizamos o estudo do espaço geográfico piauiense em virtude deste ser pouco explorado nas pesquisas científicas, em especial aquelas que se referem a geografia escolar e que tem como aporte a Teoria das Representações Sociais. Desse modo, pretendemos com esse trabalho contribuir com os estudos relacionados à realidade do estado do Piauí, que nos parece ainda ser pouco valorizado nas pesquisas. Balizamos a nossa investigação na Teoria das Representações Sociais, desenvolvida por Moscovici (2001; 2003;2012) e Jodelet (2001), bem como na Teoria do Núcleo Central, proposta por Abric (1998; 2001). Em relação a geografia escolar, destacamos Bomfim (2012), Cavalcanti (1998) e Silva (2007). Sobre o espaço geográfico piauiense ressaltamos CEPRO (2003), Rebêlo (s/d), Araújo et. al. (2010), Macambira (2000), Veloso Filho (2002; 2010; 2011) e Santana (2001). Além disso, para corroborar com a nossa hipótese, realizamos uma pesquisa empírica, em escolas da educação básica, tendo como sujeitos da investigação os professores de geografia do ensino médio. Para a coleta de dados utilizamos como instrumentos o Teste de Associação Livre de Palavras e um questionário. A coleta foi realizada em escolas estaduais urbanas do município de Teresina, escolhidas de maneira aleatória, contemplando as 05 (cinco) zonas administrativas da cidade. Participaram da investigação 52 professores que cumpriam os critérios estabelecidos pela pesquisa (ser professor formado no curso de Licenciatura em Geografia e ministrar a disciplina de Geografia no Ensino Médio na rede pública). Para o tratamento e análise dos dados fizemos uso dos softwares Word, Excel e EVOC e da técnica de analise categorial de conteúdo, desenvolvida por Bardin (2010). Identificamos na pesquisa que os elementos do núcleo central são as palavras diversificado e rico, de maneira geral os professores associam o espaço geográfico piauiense aos seus aspectos naturais (físicos), essa relação está muito associada ao uso de materiais didáticos como o Atlas Escolar do Piauí – Geo-histórico e cultural e recursos didáticos não convencionais como as revistas impressas, a televisão e a internet. Assim, nas considerações salientamos a necessidade de observar a estrutura curricular da formação inicial e continuada dos professores com relação ao conceito de espaço geográfico piauiense e a necessidade de mudança de postura dos professores com relação ao ensino de Geografia do Piauí. Para tanto, sugerimos a oferta de cursos de formação continuada que enfatize o espaço geográfico piauiense, bem como a produção de materiais didáticos que contemple este tema em seus variados aspectos, destacando os principais fatores de construção desse espaço. Consideramos ainda salutar o aprimoramento do trabalho com conteúdos de Geografia do Piauí na formação inicial dos licenciados.
Palavras-chave: Professor de Geografia. Espaço geográfico. Representações Sociais. Piauí.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1087152 - JOSELIA SARAIVA E SILVA
Interno - 423676 - ANTONIO CARDOSO FACANHA
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Externo à Instituição - LIÉGE DE SOUZA MOURA - UESPI
Notícia cadastrada em: 25/01/2017 11:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 06:10