News

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSIVANE JOSE DE ALENCAR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSIVANE JOSE DE ALENCAR
DATA: 18/05/2017
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Video
TÍTULO: Representação social de recursos didáticos não convencionais por professores de geografia e alunos do ensino médio
PALAVRAS-CHAVES: Representação social. Recursos didáticos. Ensino de geografia
PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

O ensino de geografia escolar tem sido marcado ao longo do tempo pelo predomínio da memorização e do enciclopedismo. Estas formas de ensino reinantes em nossas salas de aulas são fruto de uma prática docente em que repousa um processo de ensino pautado majoritariamente na verbalização dos conteúdos ministrados, a partir de uma visão tradicional do ensino de geografia. Poucos são os docentes que promovem inovações na sala de aula, a partir do emprego de instrumentos e recursos que gerem uma diversificação metodológica e consequentemente uma ampliação da possibilidade de apreensão de conceitos e conteúdos geográficos pelos alunos. Compreendendo que os recursos didáticos são importantes para o desenvolvimento do processo de ensino aprendizagem em geografia e que pesquisas realizadas em repositórios institucionais de universidades brasileiras revelam a presença um diminuto número de publicações relacionados à representação social de recursos didáticos no ensino de geografia,  a presente pesquisa tem como objetivo investigar a representação social que professores de geografia e alunos do ensino médio articulam/constroem dos recursos didáticos não convencionais. Para embasar a proposta de investigação recorremos aos seguintes autores: sobre a trajetória da geografia escolar, visitamos as obras de Capel (2008), Pontuschka, Paganelli e Cacete (2009), Rocha (1994), Pereira (1999) e Tonini (2003); em relação à prática docente e ensino de geografia escolar, nos embasamos nos estudos de Cavalcanti (2002; 2012; 2012), Callai (2013 e 2015), Castellar e Vilhena (2015), Pontuschka, Paganelli e Cacete (2009); em relação aos recursos didáticos dialogamos com Cool et al (2000), Filizola (2009), Silva (2011) e Zabala (2010); no que tange à teoria das representações sociais e ensino de geografia escolar utilizamos como literatura de apoio as obras de Abric (2000), Bomfim (2012), Jodelet (2001), Marková (2006), Moscovici (2010), Sá (2002), Wagner (2000), dentre outros. Metodologicamente, o estudo será apoiado na abordagem estrutural das representações sociais, com o emprego da Teoria do Núcleo Central, idealizada por Jean Cloud Abric. A pesquisa ora apresentada é de natureza qualitativa, do tipo pesquisa ação e será realizada na Unidade Escolar Professor José Amável, zona leste de Teresina, em duas etapas: a primeira contempla a observações da prática docente e a segunda será composta de uma proposta de intervenção pedagógica. Empregaremos como instrumentos metodológicos para a coleta de dados o teste de associação livre de palavras (TALP) e questionários socioeconômicos e culturais com alunos e com os professores de geografia utilizaremos como instrumento de investigação uma entrevista semiestrutura e aplicação de questionários sócio econômico e cultural. A aplicação do TALP será feita em dois momentos: primeiro no período da observação, com uma repetição do teste ao final do processo de intervenção pedagógica, com o intento de verificar eventuais mudanças processadas na representação social de recursos didáticos não convencionais. Adotaremos como instrumento auxiliar o diário de campo, durante a observação da prática docente dos professores. O processamento das informações ocorrerá a partir do uso de softwares Word, Excel e EVOC e seguirá a técnica de análise categorial de conteúdo.  


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Externo ao Programa - 2553564 - FRANCISCO DAS CHAGAS RODRIGUES DA SILVA
Presidente - 1087152 - JOSELIA SARAIVA E SILVA
Notícia cadastrada em: 09/05/2017 22:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 30/09/2022 09:38