News

Banca de QUALIFICAÇÃO: LÉYA JÉSSYKA RODRIGUES SILVA CABRAL

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LÉYA JÉSSYKA RODRIGUES SILVA CABRAL
DATA: 30/05/2017
HORA: 15:00
LOCAL: 338
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO PEDOLÓGICA DA PLANÍCIE DO DELTA DO PARNAÍBA
PALAVRAS-CHAVES: Classificação dos solos; Delta do Parnaíba: processos pedogenéticos
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Regional
RESUMO:

A diversidade natural dos solos reflete na paisagem a sua própria evolução, sendo estes resultados das interações entre os fatores de formação: material de origem, relevo, clima, organismos e tempo. Tais fatores, adjuntos aos processos pedogenéticos na evolução dos solos, definirão suas propriedades físicas, químicas e mineralógicas de cada classe de solos. Estes estudos abrangendo a caracterização dos solos são fundamentais para explicar questões referentes ao seu comportamento físico, químico e morfológico. Nesse sentido, este estudo visa mapear os solos ao nível de levantamento de reconhecimento de alta intensidade em uma escala de 1:100.000 na planície do Delta do Parnaíba, localizada na região do Norte Piauiense, microrregião do Litoral Piauiense, compreendendo os municípios de Ilha Grande e parte do município de Paranaíba, tendo como limite natural os rios Parnaíba e Igaraçu. Podendo ressaltar que parte da área de estudo concentra-se nos limites da Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba, sendo este um recurso natural que estrutura a base ambiental, turística e econômica para o estado. Na elaboração da base cartográfica, utilizou-se para delimitação da área de estudo, um recorte concentrado nas folhas topográficas da SUDENE/DSG, Parnaíba (SA 24 Y-A-IV), elaborada pela DSG. No desenvolvimento do trabalho foram utilizados imagens de satélite LANDSAT 8 OLI, além de técnicas de sensoriamento remoto, através dos sistemas de informações geográficas (SIG), utilizando o software ArcGIS 10.2, disponível sob licença no Laboratório de Geomática da UFPI. Para a identificação e caracterização dos perfis de solos, foram realizados atividades de campo, a fim de descrever e coletar os solos mais representativos na área de estudo. Foram descritos e coletados doze perfis de solo por meio de trincheiras e tradagens, com extensões profundamente suficientes para avaliação das características morfológicas, além de registros fotográficos e coleta de material, obedecendo aos critérios de uniformidade de cor, relevo e vegetação. Os critérios e procedimentos metodológicos seguiram a padronização do Manual de descrição e coleta de solo no campo (SANTOS et al, 2005) e o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (EMBRAPA, 2013). As análises físicas e químicas foram realizadas no Laboratório de Gênese e Classificação dos Solos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, a preparação das análises mineralógicas foram realizadas no laboratório de Solos e Sedimentos e enviadas para o Laboratório Interdisciplinar de materiais avançados ambos na Universidade Federal do Piauí. Através dos resultados analisados foi possível classificar os solos até o quarto nível categórico do Sistema Brasileiro de Classificação dos solos. Os principais grupos de solos encontrados na área de estudo foram os Neossolos, Planossolos, Gleissolos, Plintossolos, Espodossolos e os Vertissolos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1300002 - GUSTAVO SOUZA VALLADARES
Interno - 1461646 - CLAUDIA MARIA SABOIA DE AQUINO
Externo à Instituição - MARCOS GERVÁSIO PEREIRA - UFRRJ
Notícia cadastrada em: 12/05/2017 07:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 20:46