News

Banca de DEFESA: JOSÉ EDSON DA SILVA BARRINHA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ EDSON DA SILVA BARRINHA
DATA: 12/12/2017
HORA: 14:30
LOCAL: CCHL/Sala de Vídeo II
TÍTULO: Transporte coletivo urbano por ônibus em Teresina: da implantação à integração
PALAVRAS-CHAVES: Teresina. Planejamento urbano. Transporte coletivo. Ônibus
PÁGINAS: 256
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
ESPECIALIDADE: Geografia Urbana
RESUMO:

O processo de urbanização verificado na cidade de Teresina-PI nas últimas décadas do século XX e nas primeiras do século XXI, provocou transformações na dinâmica espacial com o espraiamento horizontal e ampliação de distâncias entre a zona central da cidade e as áreas de expansão. A densidade de discussões sobre essa temática, pelos mais diferentes campos científicos, entre eles o da Geografia, apontam problemas que não interferem apenas no deslocamento da população pelos diferentes espaços da cidade, mas, também, contribuem para degradar o seu bem-estar. A poluição, os acidentes de trânsito, os congestionamentos, o custo e o tempo de viagem no interior de ônibus lotados, decorrentes da precariedade e da carência de políticas públicas eficazes. Nesse sentido, esta pesquisa tem como objetivo geral, estudar o transporte público de passageiros por ônibus em Teresina. E como objetivos específicos compreender o processo de formação do espaço teresinense e o discurso de modernidade presentes nos planos de desenvolvimento urbano; identificar as alterações do perímetro urbano teresinense, bem como as implicações na organização espacial, em decorrência da expansão e caracterizar o sistema de transporte coletivo de Teresina da sua implantação até o projeto de integração. Para efetivar e embasar essa discussão fez-se necessário buscar referências, sobre a produção do espaço, como Carlos (2007), Castells (1983), Corrêa (1995), Façanha (1998, 2003 e 2007), Lefebvre (1973 e 1991), Moraes (1984), Reis Filho (2010), Santos (1993 e 2008), sobre mobilidade urbana e transportes, como Câmara (2000), Leite (2013), Lévy (2001), Raia Júnior (2006) e Vasconcellos (2001). Esta pesquisa se desenvolveu, a partir de estudo nos planos de desenvolvimento urbano elaborados para Teresina, visitas de campo a órgãos públicos da administração municipal e a representante do setor empresarial dos transportes de passageiros. Foi feito também o registro fotográfico de algumas das vias onde estão sendo construídos corredores exclusivos para os transportes coletivos feito por ônibus e as estações de embarque e desembarque. O sistema de transporte público coletivo, contribui para a circulação e acesso da população aos meios de consumo coletivo, tendo, portanto, considerável contribuição na produção do espaço. Porém, em muitos casos, se verifica uma oferta desigual e concentrada desse serviço, promovendo, na cidade, a reprodução capitalista do espaço, marcada pela seletividade. Portanto, os resultados obtidos, embora preliminares, demonstram a evolução do sistema de transportes coletivos por ônibus em Teresina, desde sua implantação e regulamentação na década de 1940, até a integração. Para Junta Comercial do Piauí, em 1962, só havia o registro de apenas duas empresas de transportes coletivos, a Empresa Manoel Morais, que começou suas atividades em 1960, atuando na Zona Sul e a Empresa Primavera, que começou a atender em 1961 e abrangia a Zona Norte. No final dessa mesma década surgiram as Empresas Teresinense e Rio Poty. Na década de 1970, os transportes coletivos se consolidaram, transformando-se no embrião do sistema atual, que desde 2016 vem passando por várias intervenções voltadas para um processo de integração a partir do por ônibus, através da criação dos Terminais e da substituição das linhas radiais por linhas tronco-alimentadoras. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1433032 - RAIMUNDO LENILDE DE ARAUJO
Interno - 423676 - ANTONIO CARDOSO FACANHA
Externo ao Programa - 2456954 - JURANDIR GONCALVES LIMA
Externo ao Programa - 1324209 - NICIA BEZERRA FORMIGA LEITE
Notícia cadastrada em: 27/11/2017 09:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 04:14