News

Banca de QUALIFICAÇÃO: KATIUSCYA ALBUQUERQUE DE MOURA MARQUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KATIUSCYA ALBUQUERQUE DE MOURA MARQUES
DATA: 28/05/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Vídeo I
TÍTULO: Cartografia tátil e o ensino de geografia no Centro de Habilitação e Reabilitação de Cegos do Piauí-CHARCE
PALAVRAS-CHAVES: Cartografia tátil. Ensino de Geografia. CHARCE.
PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

Cartografia tátil e o ensino de geografia no Centro de Habilitação e Reabilitação de Cegos do Piauí-CHARCE, constitui-se o tema motivador deste trabalho. Para isso, têm-se como problemática analisar em que aspectos a cartografia tátil tem contribuído na compreensão do espaço geográfico e na ampliação da percepção dos fenômenos geográficos no ensino de geografia com os deficientes visuais? Também como desdobramentos desta questão pretende-se averiguar quais são os recursos cartográficos táteis utilizados no referido Centro? Quais são as dificuldades dos professores e estudantes nas aulas de geografia? Dentre outros. Diante disso, verifica-se a importância da decodificação das informações contidas nos mapas presentes nos processos cotidianos dos espaços geográficos, visando alcançar uma formação mais holística e uma leitura mais real dos fatos e fenômenos geográficos por parte dos educandos, por isso, a pesquisa dará um enfoque no uso da cartografia tátil como facilitadora da aprendizagem e da compreensão da realidade espacial. Sendo assim, tem-se como objetivo geral analisar a cartografia tátil no ensino de geografia no Centro de Habilitação e Reabilitação de Cegos do Piauí (CHARCE) da Associação dos Cegos do Piauí (ACEP) em Teresina. Nesse intuito, como objetivos específicos pretende-se identificar aspectos da formação docente no ensino de geografia e suas implicações no processo de ensino e aprendizagem de deficientes visuais, em seguida discutir a relação educação especial e as políticas públicas de formação de professores e inclusão escolar, logo após, verificar o uso cartografia tátil e seu papel na compreensão do conhecimento geográfico no ensino de geografia e no referido Centro. Desta forma,  visando à ampliação dos conhecimentos à respeito da cartografia tátil, a metodologia empregada envolve o levantamento bibliográfico e a coleta de informações, por meio da pesquisa de campo, através da pesquisa participante e da pesquisa ação, além da aplicação de entrevista e registro fotográfico com professores e  alunos de geografia do referido local, no intuito de descobrir como ocorre o processo de ensino e aprendizagem de geografia, utilizando ainda as conversas do cotidiano e o diário de campo. A referida temática proporciona o entendimento de que ensinar a decodificar a mensagem implícita nesse tipo de comunicação (recursos táteis) é uma das tarefas do professor de geografia, já que se pode refletir melhor a partir de análises dessas representações em suas mais variadas formas e complexidades, por isso sua utilização é tão importante na formação dos deficientes visuais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2173993 - ANA VALERIA MARQUES FORTES LUSTOSA
Presidente - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Externo à Instituição - ROSEMY DA SILVA NASCIMENTO - UFSC
Notícia cadastrada em: 26/04/2018 16:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 05:16