News

Banca de DEFESA: FERNANDA DE SOUSA MONTEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA DE SOUSA MONTEIRO
DATA: 29/05/2019
HORA: 15:00
LOCAL: a definir
TÍTULO: ESTUDO DA QUALIDADE AMBIENTAL A PARTIR DA EXPANSÃO URBANA NA CIDADE DE TERESINA, PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Expansão Urbana; Meio Ambiente; Áreas Verdes; Parques municipais
PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Regional
ESPECIALIDADE: Análise Regional
RESUMO:

O reconhecimento da qualidade ambiental como parte integrante das cidades é fundamental para a identificação e compreensão da estrutura, das interações, das funções e os dos benefícios que ocorrem e provêm destes espaços. Nesse sentido, ao se observar a evolução do contexto urbano da cidade de Teresina, nota-se que a dinâmica urbana e seus agentes contribuíram diretamente para o crescimento da cidade, nesse sentido vale salientar que a questão ambiental é de suma importância no contexto de desenvolvimento municipal. Diante disso a pesquisa pauta-se na seguinte questão: de que maneira a expansão urbana interfere na dinâmica e qualidade ambiental da cidade de Teresina? A pesquisa tem como objetivo geral: identificar os instrumentos utilizados para implantação das áreas verdes, como compensação ambiental e urbanística na cidade de Teresina/Piauí; e como objetivos específicos: apresentar uma discussão, como estado da arte, de estudos realizados sobre a relação expansão urbana e qualidade ambiental no mundo, no Brasil e no Nordeste e a importância das áreas verdes nas cidades; identificar as áreas de compensação ambiental no sítio urbano da cidade de Teresina  e discutir as alterações ambientais e suas implicações na qualidade ambiental oriundas do processo de expansão urbana da cidade. Visando atender aos objetivos da pesquisa, a metodologia utilizada foi efetivada em três etapas: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa de campo, com observação in loco e registros fotográficos e produção de materiais cartográficos. Com base na pesquisa teórica e prática foram obtidos como resultados a caracterização dos oito parques ambientais estudados, e identificação de quatro áreas de compensação ambiental na zona urbana da cidade Teresina. Nesse sentido, concluiu-se que os parques ambientais urbanos pesquisados são de grande importância no contexto ambiental da cidade, visto que em parte a maioria são áreas de preservação permanente e as áreas identificadas como áreas de  compensação ambiental, também são relevantes dentro do contexto ambiental urbano da cidade de Teresina, visto que a compensação ambiental realizada nessas áreas buscou a sua requalificação ambiental. Para tanto, a presente pesquisa realizou uma discussão buscando mostrar a relação da dinâmica espacial do ambiente urbano com sua qualidade ambiental a partir dos parques ambientais e compensação ambiental na zona urbana da cidade de Teresina, contribuindo dessa forma para a produção de conhecimento científico sobre a temática apresentada como também para a produção de novos estudos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423676 - ANTONIO CARDOSO FACANHA
Interno - 2231533 - EMANUEL LINDEMBERG SILVA ALBUQUERQUE
Presidente - 302.181.523-53 - FRANCISCO SOARES SANTOS FILHO - UESPI
Externo ao Programa - 227.776.603-87 - JOSAFÁ RIBEIRO DOS SANTOS - UESPI
Externo ao Programa - 068.940.383-68 - MARIA DE FÁTIMA VERAS ARAÚJO - UESPI
Notícia cadastrada em: 15/05/2019 14:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 06:22