News

Banca de QUALIFICAÇÃO: JACQUELANY MARREIROS DE MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JACQUELANY MARREIROS DE MOURA
DATA: 11/06/2013
HORA: 15:30
LOCAL: Sala de Aula do Mestrado em Geografia
TÍTULO:

Cartografia Escolar: reflexões e ressignificações para o estudo do espaço geográfico


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Geografia - Cartografia Escolar - Anos Iniciais no Ensino Fundamental


PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

Esta dissertação objetiva analisar o desenvolvimento de proposta de atividade que subsidiem o ensino de Geografia no 3º ano do Ensino Fundamental, utilizando-se instrumentos cartográficos, à luz das vertentes teóricas representacional e pós-representacional, associados à realidade do município de Teresina. Utiliza como aporte teórico autores expressivos do campo da geografia e da cartografia escolar que abordam as citadas vertentes teóricas, como Simielli (2006), Castrogiovanni (2000), Evangelista (2010, 2005), Passini (2012), Strafori (2008), Souza (2001), Girardi (2011), Katuta (2005) Seemann (2003, 2005, 2012), bem como pensadores que refletem sobre a espacialidade contemporânea, como Bauman(2001), Morin (1999, 2001), Santos (2003, 2011). É um estudo de cunho qualitativo, valendo-se das contribuições da pesquisa crítico colaborativa, fundamentando-se em literatura atual do da área educacional que trata desse tipo de estudo. Na pesquisa colaborativa pesquisador e professores são partícipes ativos no trabalho em permanente diálogo na construção e desenvolvimento das metodologias de ensino. Nesse sentido, adota como referenciais os trabalhos de Ibiapina (2007,2009), Alves-Mazotti (1998) e Richardson (1999). A pesquisa busca contribuir principalmente em relação a um balanço crítico das grandes vertentes cartográficas vigentes, de acordo com o referencial teórico supracitado, bem como analisar o desenvolvimento de atividades cartográficas na prática pedagógica de professores de geografia nos Anos Iniciais. Reconhece a importância do diálogo entre paradigmas ao propor experiências relacionais entre a tendência Representacional e Pós-Representacional, tencionando destacar esta possibilidade no ensino de cartografia para as crianças. Toma como pressuposto o fato de que é possível desenvolver estudos geográficos considerando diferentes escalas de abordagem, sem necessariamente limitar-se às lógicas concêntrica e hierárquica predominante nesses estudos. Portanto, tenciona focalizar o espaço geográfico teresinense considerando relações próximas e longínquas, concebendo este conceito em sua totalidade. Pretende-se, portanto, ressignificar o ensino da cartografia frente às mudanças que estão ocorrendo na espacialidade hodierna, contribuindo para uma aprendizagem significativa em geografia.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3220637 - ANTONIA DALVA FRANCA CARVALHO
Presidente - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Interno - 1167728 - CARLOS SAIT PEREIRA DE ANDRADE
Notícia cadastrada em: 06/06/2013 10:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 02:29