News

Banca de DEFESA: MARCOS VINICIUS DE ANDRADE RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCOS VINICIUS DE ANDRADE RIBEIRO
DATA: 23/02/2021
HORA: 15:00
LOCAL: Sala virtual no google meet
TÍTULO: A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DO CURRÍCULO DE GEOGRAFIA DA REDE MUNICIPAL DE TERESINA PARTILHADA POR PROFESSORES DESSA DISCIPLINA NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Representações Sociais. Currículo. Ensino de Geografia. Piauí
PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi homologada em dezembro de 2017 pelo Ministério da Educação e, após sua fase de implementação, começa a vigorar no Ensino Fundamental. Consoante com a prerrogativa nacional, o município de Teresina – PI, durante o ano de 2018, redefiniu seu currículo oficial baseando-o nos preceitos da BNCC. Assim, entendemos ser grande a influência das propostas curriculares na adequação dos saberes escolares a serem ensinados, incluindo os conhecimentos geográficos e o norteamento das práticas educativas, pois influenciam no tipo de sociedade e de sujeito que se quer construir, no que a escola ensina, como se ensina e como se avalia. Neste contexto, redefinem-se, também os conteúdos e os fundamentos teórico-metodológicos enquanto aportes das práticas educativas desenvolvidas no cotidiano escolar. Dessa forma, os novos modelos curriculares instituídos surgem como centro instrumental dos processos de mudanças no âmbito da educação geográfica que se pratica na cidade de Teresina. Procurando contribuir com essa discussão, este estudo apresenta como objetivo geral analisar a representação social do currículo de Geografia da rede municipal de Teresina - PI partilhada por professores dessa disciplina. E como objetivos específicos:  I - Identificar no currículo de Geografia da rede municipal de Teresina a presença dos conceitos estruturantes da ciência geográfica; II - Conhecer o conteúdo e a estrutura da representação social do currículo de Geografia da rede municipal de Teresina partilhada pelos professores dessa disciplina; III Verificar a ocorrência de relação entre o conteúdo da representação social e a forma de apresentação dos conceitos estruturantes da ciência geográfica presentes no documento. Para tanto, buscamos apoio na Teoria das Representações Sociais elaborada por Moscovici (1961), com ênfase numa de suas teorias complementares, a Teoria do Núcleo Central formulada por Jean-Claude Abric. Para dar embasamento à discussão sobre Currículo, bem como seu período contemporâneo de produção, utilizamos teóricos como Apple (2001, 2006), Silva (2011, 2019), Santomé (1998, 2013), Lopes e Macedo (2011), Sacristán (2013), Harvey (2008), Santos (2003), Bauman (1999), entre outros. Partimos da hipótese de que os professores de Geografia não possuem uma representação social vinculada ao campo científico expresso no currículo de Geografia da rede municipal de Teresina. Para balizarmos nossas análises utilizamos uma abordagem quanti-qualitativa associada à Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977), possuindo como instrumentos de coleta de dados o Teste de Associação Livre de Palavras e um questionário. Como resultados, encontramos na representação social a influência do senso comum e da perspectiva de currículo tradicionalista, uma vez que o currículo em questão é atrelado meramente a sequenciamento e à organização de conteúdos, a guia para executar as aulas e ao conjunto de saberes agrupados. As significações encontradas a partir da análise do núcleo central, não expressam os conhecimentos geográficos adotados no atual modelo curricular.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1087152 - JOSELIA SARAIVA E SILVA
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Interno - 2645480 - MUGIANY OLIVEIRA BRITO PORTELA
Externo à Instituição - HUGO HELENO CAMILO COSTA - UFMT
Notícia cadastrada em: 15/02/2021 20:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 02:46