News

Banca de DEFESA: MARIA DO DESTERRO DA SILVA BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA DO DESTERRO DA SILVA BARBOSA
DATA: 07/06/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Sala virtual Google meet
TÍTULO: O PENSAMENTO ESPACIAL E O RACIOCÍNIO GEOGRÁFICO NA OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA E ASTRONÁUTICA (OBA) E A VISÃO DOS ESTUDANTES DA REDE MUNICIPAL DE TERESINA -PI SOBRE O OLIMPISMO
PALAVRAS-CHAVES: Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Pensamento Espacial. Geografia Escolar. Teresina.
PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

 Esta pesquisa discute a importância da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) para estimular o desenvolvimento do pensamento espacial e o raciocínio geográfico dos estudantes que participam desse certame. Nesse aspecto, parte do seguinte questionamento: Em que medida a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica contribui para o desenvolvimento do pensamento espacial e do raciocínio geográfico? Tendo como objetivo geral: analisar em que medida as atividades/questões das provas da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica estimulam o pensamento e o raciocínio geográfico. Como objetivo específico procurou: a) conhecer as questões das provas da OBA que fomentam o pensamento espacial no período de 2013-2020; b) avaliar a incidência de conceitos, representações espaciais e processos do raciocínio nas questões das provas do nível III da OBA; c) discorrer o histórico do olimpismo no Brasil e em Teresina; d) identificar o perfil dos estudantes do Programa Cidade Olímpica Educacional que participaram da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) em 2020, enfatizando visão dos mesmos sobre as Olimpíadas do Conhecimento Científico. Dividimos nosso estudo em três momentos principais: primeiro realizamos uma pesquisa bibliográfica seguida da pesquisa documental e da pesquisa de campo. Em nossa revisão teórica constam as contribuições de Golledge (2002; 1992), Lavouras (1998), Vigotski (2000; 2008), Simielli (2007), Martins (2007), Cavalcante (2012), Bragança (2013), Castellar e Vilhena (2014), Gersmehl (2014), Duarte (2017), Juliasz (2017), Risette (2017), Teresina (2019), Castellar e De Paula (2020), Ruy Moreira (2020), dentre outros. Na pesquisa documental analisamos as provas da OBA entre os anos de 2013 a 2020. Para tanto aplicamos a taxonomia de Jo e Berdnars (2009), adaptada e aplicada por Duarte (2016). Na pesquisa de campo foi aplicado, através do Googleforms, um questionário junto aos estudantes que participaram da OBA em 2020 e do Programa Cidade Olímpica Educacional, uma iniciativa da rede pública municipal de Teresina. Ao término da pesquisa, foi possível compreender que existem questões/exercícios da prova da OBA que fomentam o pensamento espacial, ao mesmo tempo que estimulam estudantes a construir ativamente seu próprio conhecimento e desenvolvimento em vários aspectos, como os cognitivos e sociais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2440142 - BARTIRA ARAUJO DA SILVA VIANA
Interno - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Externo à Instituição - SONIA MARIA VANZELLA CASTELLAR - USP
Notícia cadastrada em: 04/05/2021 17:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 22:08