News

Banca de DEFESA: FERNANDO EDSON DE ABREU RAMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDO EDSON DE ABREU RAMOS
DATA: 27/08/2021
HORA: 08:30
LOCAL: SERÁ APRESENTADA REMOTAMENTE - VIA GOOGLE MEET
TÍTULO: GEOTURISMO NO CÂNION DO RIO POTI: POTENCIALIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DE BURITI DOS MONTES E CASTELO DO PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Cânion do Rio Poti. Desenvolvimento territorial. Geodiversisdade.
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Regional
RESUMO:

O geoturismo é um segmento do turismo sustentável que tem como foco os elementos abióticos do meio ambiente, principalmente os aspectos geológicos da geodiversidade. Nesse sentido, o presente estudo está centrado no geoturismo no cânion do rio Poti e sua atuação para o desenvolvimento territorial, utilizou-se um recorte temporal de 2017 até 2020. A pesquisa parte da seguinte problematização: De que forma o geoturismo atua no desenvolvimento territorial dos municípios de Castelo do Piauí e Buriti dos Montes? Destarte, o estudo se justifica pela recente criação da UC (Unidade de Conservação) Parque Estadual Cânion do Rio Poti, resultando na necessidade de estudos e compreensão do uso turístico da área. O objetivo geral da pesquisa é analisar o geoturismo no cânion do rio Poti e sua relação com o desenvolvimento territorial dos municípios de Buriti dos Montes e Castelo do Piauí. Para fins de alcançar esse objetivo o estudo teve como objetivos específicos: caracterizar os municípios e o parque em questão; organizar dados relativos ao “território dos carnaubais” PTDRS (Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável) e PLANAP (Plano de Desenvolvimento Integrado da Bacia do Parnaíba); caracterizar as vocações turísticas evidenciadas no cânion do rio Poti. Como procedimentos metodológicos foram feitos levantamento bibliográfico e documental; coleta de dados in loco e em base de dados eletrônicos; elaboração de materiais cartográficos através do programa Mapbiomas, soft Google Earth Pro e Q-Gis, trabalhos de campo no território de estudo, utilização de imagens de satélite, fotografias e GPS. Para a construção das grandezas de análise do desenvolvimento territorial, aplicou-se a metodologia SWOT (Força, Oportunidade, Fraqueza e Ameaça) e para análise do fenômeno do geoturismo utilizou-se a Matriz GUT, cujo resultado se dá pelo cálculo das variáveis de (Gravidade, Urgência e Tendência). Dessa forma, o processo metodológico da pesquisa compreende uma perspectiva integrada e o entendimento holístico das relações socioeconômicas e ambientais. Os conceitos de território e paisagem constituem elementos que codificam a formulação do raciocínio geográfico e desse modo autores como Muller (1951), George (1966) Bertrand (1972) Raffestin (1980) Lefebvre (2006), além de Hose (2003), Guerra (2010) Brilha (2006) dentre outros que tratam a temática do geoturismo se fazem presentes no texto. Como resultados finais, o estudo mostra o cânion do rio Poti como potencialidade natural para o geoturismo. Apesar do parque situar-se no território de Buriti dos Montes, o estudo demostra que a cidade de Castelo do Piauí tem função central quanto ao geoturismo no Parque Estadual Cânion do Rio Poti,  obteve-se aplicando a matriz SWOT (10) forças e (2) fraquezas, apresentando como resultado (31) pontos para os fatores internos aos territórios de Buriti dos Montes e Castelo do Piauí, quanto aos fatores externos aos territórios de  estudo, obteve-se aplicando a matriz SWOT (1) oportunidade e (3) ameaças, apresentando como resultado (0) pontos. Na análise do geoturismo, a leitura das variáveis de geodiversidade, geopatrimônio, restaurantes, hotelaria, educação ambiental e inclusão social, apresentada em  %, trouxe como resultados 31 % para o aspecto inclusão social, 24 % para educação ambiental, 14 % para hotelaria, 14 % para restauração, 10 % para o geopatrimônio e 7% para geodiversidade, traduzindo o grau de prioridade de cada variável.    


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1510469 - RAIMUNDO WILSON PEREIRA DOS SANTOS
Interno - 1301254 - EDVANIA GOMES DE ASSIS SILVA
Externo ao Programa - 035.348.953-04 - RONEIDE DOS SANTOS SOUSA - UFPI
Externo à Instituição - LARYSSA SHEYDDER DE OLIVEIRA LOPES - IFMA
Notícia cadastrada em: 18/08/2021 15:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 03:49