News

Banca de DEFESA: ADENILSON RODRIGUES DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADENILSON RODRIGUES DE SOUSA
DATA: 29/04/2022
HORA: 14:30
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO: CLIMA E SAÚDE NA CIDADE DE TERESINA (PI): UMA ANÁLISE DOS ELEMENTOS DO CLIMA E SUAS RELAÇÕES COM AS DOENÇAS RESPIRATÓRIAS.
PALAVRAS-CHAVES: Teresina. Clima e saúde. Doenças respiratórias.
PÁGINAS: 103
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

Resumo

 

 

Existe uma preocupação, desde os tempos remotos, em tentar compreender os impactos dos elementos do clima na epidemiologia das doenças. Os fatores ambientais atuam sobre a dinâmica da ocorrência de várias morbidades, em especial das doenças respiratórias, aumentando as taxas de morbidade e intensificação no número de casos. Dentre os fatores ambientais destacam-se os elementos do clima, tais como temperatura do ar, umidade relativa do ar e precipitação pluviométrica. Nessa pesquisa, objetivou-se analisar a correlação existente entre esses elementos climáticos com os casos de internações das patologias do aparelho respiratório, asma e bronquite, nos períodos chuvoso e seco em Teresina dos anos de 2010 a 2019. Em relação aos objetivos específicos,  foi proposto estudar a relação do ambiente com a saúde humana com ênfase nas variáveis climáticas e as patologias do aparelho respiratório; levantar os casos com registros de internações das doenças respiratórias, asma e bronquite, em Teresina de 2010-2019; relacionar os casos de internações das patologias respiratórias, asma e bronquite, com as variáveis climáticas,  ocorridas durante as alterações dos tipos de tempo teresinense no período de 2010-2019; identificar em quais faixas etárias há maior número de casos de internações por asma e bronquite nos anos de 2010 a 2019; e finalmente, associar as variáveis climáticas aos casos de internações por asma e bronquite durante a série histórica de 2010-2019. Quanto aos fundamentos da pesquisa em tela foi considerado relevante o pensamento de  PITTON e DOMINGOS (2004); AYOADE (2007); MENDONÇA e DANNI-OLIVEIRA (2007); SOUZA e SANT’ANNA (2008); NATALINO (2011); COSTA (2013); AMORIM (2014); FANTE e ARMOND (2016); CONCEIÇÃO (2017); XAVIER (2019), dentre outros que foram também importantes para fundamentação das ideias dessa  pesquisa.Sobre a  metodologia, a pesquisa foi desenvolvida de acordo com as etapas a seguir: 1 - caracterização da área de estudo; 2 -levantamento dos dados  sobre as doenças respiratórias na cidade de Teresina através do DATASUS e os dados climaticos através INMET; 3 – aplicação do método de Pearson e uso do Qgis e Excel para tratar os dados da pesquisa.  Os resultados obtidos com a aplicação do método supracitado possibilitou concluir que as variáveis climáticas podem estar associadas em grande parte com os casos investigados das doenças respiratórias na cidade de Teresina.   Nas análises gráficas, avaliou-se que as variáveis climáticas podem estar associadas aos casos de internações das patologias do aparelho respiratório, pode-se observar que em sua grande maioria os picos de internações das patologias encontram-se nos meses que correspondem ao do período chuvoso (verão e outono) da área de estudo. Contudo, observa-se que diante desse estudo, onde se propôs a analisar e discutir geografia, clima e saúde, mostrou-se que há existência de correlação entre as variáveis climáticas os casos de internações por asma e bronquite principalmente no período chuvos

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167728 - CARLOS SAIT PEREIRA DE ANDRADE
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Externo ao Programa - 276280 - MARCOS ANTONIO DE CASTRO MARQUES TEIXEIRA
Externo à Instituição - SAMMYA VANESSA VIEIRA CHAVES - IFPI
Notícia cadastrada em: 13/04/2022 16:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 09:07